sábado, 18 de dezembro de 2010

OS MELHORES DE 2010


O ano chega ao fim em duas semanas, e com a rabanada, presentes, também vêm as listas com os melhores do ano. Os canais de tv por assinatura investiram muito em produções nacionais e nossa lista cresceu...

Confira os nossos finalistas:

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA DRAMA
A CURA - GLOBO
NA FORMA DA LEI - GLOBO
ALICE - HBO
FORÇA TAREFA - GLOBO
TÔ FRITO - MTV / BAND

MELHOR SÉRIE BRASILEIRA COMÉDIA/HUMOR
NA FAMA E NA LAMA - MULTISHOW
JUNTO & MISTURADO - GLOBO
A GRANDE FAMÍLIA - GLOBO
A VIDA ALHEIA - GLOBO
SOS EMERGÊNCIA - GLOBO

MELHOR ATRIZ SÉRIE
ANDRÉIA HORTA(A CURA / ALICE)
CLAUDIA JIMENEZ (A VIDA ALHEIA)
ANA PAULA ARÓSIO (NA FORMA DA LEI)
MARIETA SEVERO (A GRANDE FAMÍLIA)
MARISA ORTH (SOS EMERGÊNCIA)

MELHOR ATOR SÉRIE
MÁRCIO GARCIA (NA FORMA DA LEI)
MURILO BENÍCIO (FORÇA TAREFA)
BRUNO MAZZEO (JUNTO & MISTURADO)
SELTON MELLO (A CURA)
VLADIMIR BRICHTA (SEPARAÇÃO?!)

MELHOR MINISSÉRIE
A HISTÓRIA DE ESTER - RECORD
DALVA & HERIVELTO - GLOBO

MELHOR NOVELA
PASSIONE - GLOBO
RIBEIRÃO DO TEMPO - RECORD
TITITI - GLOBO
ARAGUAIA - GLOBO
UMA ROSA COM AMOR - SBT

MELHOR ATRIZ MINISSÉRIE/NOVELA
CLAUDIA RAIA (TITITI)
MARIANA XIMENES (PASSIONE)
BIANCA RINALDI (RIBEIRÃO DO TEMPO)
ADRIANA ESTEVES (DALAVA & HERIVELTO)
GABRIELA DURLO (A HISTÓRIA DE ESTER)

MELHOR ATOR MINISSÉRIE/NOVELA
FÁBIO ASSUNÇÃO (DALVA & HERIVELTO)
CAIO JUNQUEIRA (RIBEIRÃO DO TEMPO)
TONY RAMOS (PASSIONE)
ALEXANDRE BORGES (TITITI)
MURILO BENÍCIO (TITITI)

MELHOR TELETEMA MINISSÉRIE/NOVELA NACIONAL
POR ENQUANTO - Cássia Eller (ARAGUAIA)
DIZ QUE FUI POR AÍ - Fernanda Takai (UMA ROSA COM AMOR)
10 MINUTOS - Ana Carolina (TEMPOS MODERNOS)
RAPTE-ME CAMALEOA - Maria Gadú (TITITI)

MELHOR TELETEMA MINISSÉRIE/NOVELA INTERNACIONAL
DON´T EXPLAIN - Nina Simone (PASSIONE)
GYPSY - Shakira (TITITI)
PRETTY WOMAN - Roy Orbinson (UMA ROSA COM AMOR)
LOOKING FOR PARADISE - Alejandro Sanz featuring Alicia Keys (TEMPOS MODERNOS)

MELHOR ABERTURA MINISSÉRIE/NOVELA
PASSIONE
A HISTÓRIA DE ESTER
RIBEIRÃO DO TEMPO
TITITI
ARAGUAIA

MELHOR ABERTURA SÉRIE
SOS EMERGÊNCIA
NA FORMA DA LEI
NA FAMA E NA LAMA
A VIDA ALHEIA
TÔ FRITO

MELHOR REPRISE DE TELEDRAMATURGIA
A HISTÓRIA DE ANA RAIO E ZÉ TROVÃO - SBT
POR AMOR - VIVA
SAI DE BAIXO - VIVA
SINHÁ MOÇA - GLOBO
VALE TUDO - VIVA


VOTE!

Envie um e-mail para novelas-online@bol.com.br e escolha os melhores de 2010!

E CONCORRA A PRÊMIOS!

SESSÃO ENTREVISTA: Glória Pires - Novela Anjo Mau

Silvio de Abreu adianta rumos de 'Passione': Saulo volta ao ar em cenas de flashback


Saulo (Werner Schunemann), o mau caráter assassinado em "Passione", irá voltar à trama de Silvio de Abreu. O empresário surgirá novamente no vídeo em cenas de flashback, como adianta o autor da trama das 21h.

- Vão ter muitas cenas com ele ainda. Essa história do Saulo tem muita coisa a ser esclarecida. Vou mostrar melhor o relacionamento dele com os filhos e com a mulher. Essas cenas irão ajudar a desvendar o assassinato - conta Abreu.

O autor de "Passione" conta também que pretende mostrar Danilo (Cauã Reymond), que agora se recupera do vício em crack, como frequentador Narcóticos Anônimos.

- Isso será mais para o final da novela, se ele não for mesmo o assassino do pai - diz.

A novela será encerrada no dia 14 de janeiro, com 209 capítulos.

- Já estou com a novela toda fechada, mas ainda não escrevi o último capítulo.

‘O clone’ traz de volta tema das drogas


A campanha das drogas de “O clone” — incluindo os depoimentos — não será cortada no “Vale a pena ver de novo”. “A reedição será só no sentido de ajustar o tamanho dos capítulos da novela para o tamanho exigido pelo horário”, conta Glória Perez, que lembra: “Está mais que na hora de falar desse tema, não é?”.

Ex-gay é tema de seriado de humor


A direção da Globo aprovou “Algo errado”, seriado de Fernanda Young e Alexandre Machado cuja trama vai girar em torno de um ex-gay e uma ex-gorda. No primeiro episódio, o personagem estará dançando numa boate quando, com o impacto da queda de uma bola de espelhos sobre sua cabeça, virará um machão “daqueles”.

Os amigos e a família do personagem ficarão chateados com a transformação. Para o papel, cogitou-se convidar Miguel Falabella, mas ele está ocupado escrevendo sua novela nova.

“Algo errado” vai brincar com trocas de papéis, como nos filmes “Se eu fosse você” e “Shampoo” (com Warren Beatty) e no seriado “Drop dead diva” (em que a alma de uma gatona se instala no corpo de uma gorda).

A série será quase que totalmente ambientado num salão de cabeleireiro, local de trabalho do personagem central. Apenas cerca de 10% do programa se desenrolarão em boates.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Globo confirma seriado de Ingrid Guimarães e gravações começam em fevereiro


O diretor José Lavigne recebeu na quarta-feira comunicado oficial da direção da Globo --leia-se Manoel Martins-- garantindo a exibição de “Batendo Ponto”, de Paulo Cursino e protagonizado por Ingrid Guimarães, na programação 2011. Já com formato de seriado, a estreia acontecerá em abril. Resta apenas definir em que dia da semana será apresentado.

Lembrando, ainda, que na terça-feira, 28, depois do capítulo de “Passione”, será apresentado o especial de “Batendo Ponto” – mostrando a “intimidade” de uma empresa de cola. Ingrid é a sua secretária.

Agora, o detalhe: como o anúncio oficial para tocar o programa só saiu nesta semana, a equipe praticamente perdeu as férias de fim de ano. Todos vão ter que virar direto, porque em fevereiro já tem gravação.

As Cariocas 1x09: A Suicida da Lapa


Todas as séries, praticamente sem exceção alguma, mesmo as melhores, passam por momentos delicados e sofrem em um momento ou outro com episódios abaixo da média. Quando a série é boa, isso fica mais evidente quando surge um episódio que se destaque por não ter a mesma qualidade da maioria que normalmente é exibido.

As Cariocas pode servir como exemplo disso. Uma primeira temporada realmente muito boa, melhor até do que muita gente esperava. Em nove episódios, ao menos 06 foram excelentes, o que é uma marca e tanto para uma produção deste porte. Ainda houve um regular e, pena, dois abaixo da média. E o de ontem foi um deles, o mais fraco até o momento.

A Suicida da Lapa não chamou a atenção em nenhum momento. O roteiro não conseguiu atrair a atenção do telespectador que viu um episódio arrastado e que tentava a todo o tempo ser engraçado, sem conseguir nem arrancar sequer um sorriso amarelo de quem assistia. As metáforas que foram inseridas tentando levar o público a buscar elementos históricos e poéticos também não surtiram efeito e, em conseqüência disso, nada houve de importante.

As frases todas muito fracas, inclusive as de narração que normalmente dão o tom divertido e até poético para as histórias, chamaram a atenção dessa vez pela falta de criatividade e, em alguns momentos, chegaram a irritar o público. A personagem principal, Alice, não tinha carisma algum, ao contrário, a imagem de psicótica que ela passou muito mais fez o público bocejar do que se divertir ou torcer por um desfecho surpreendente.

Para ajudar, Débora Secco não esteve bem. Ela ressuscitou a fraca interpretação de Sol em América e voltou a falar gemendo, um de seus principais defeitos como atriz. Todas as cenas em que Alice demonstrava sua insegurança e indecisão foram prejudicadas por um texto ruim e por uma atriz que não soube compor uma personagem um pouco mais densa.

O jeito agora é esperar pelo episódio final - o que gera mais expectativa por ser protagonizado por Angélica - e torcer para que a última imagem de As Cariocas seja positiva, porque, de qualquer forma, a temporada teve um balanço muito bom.

SESSÃO CHAMADAS: Sansão e Dalila

As Cariocas 1x08: "A Iludida de Copacabana


Nem dá para dizer que já há um preparo para o fim de As Cariocas, afinal, a série apresenta episódios independentes e histórias com começo meio e fim num único episódio, mas só de pensar que a série está perto do fim, começa a causar nostalgia e saudades de um trabalho tão bem feito que marcou o retorno de Daniel Filho para a TV.

Em oito episódios é óbvio que nem todos mantiveram o mesmo nível, isso é natural mesmo em séries conceituadas tanto no Brasil quanto fora dele. Porém, é inegável também que As Cariocas entrou para a lista das boas produções brasileiras em 2010, mesmo antes de seu final - ainda restam dois episódios para serem exibidos.

O que se viu em A Iludida de Copacabana foi a junção de tudo de melhor que os episódios anteriores haviam mostrado. Uma história consistente, apresentando Marta, a carioca da noite. Uma mulher que faz de tudo para provar que tem uma vida normal, casada e com filha. A história foi se contando aos poucos, como uma mulher devota de um marido que não lhe dá bola, mas ainda assim permanece fiel a ele.

Achei bem interessante como tudo foi mostrado com calma, principalmente a personalidade de Marta, interpretada genialmente por Alessandra Negrini que deu um show de interpretação em cada uma das cenas. O público foi se acostumando a protagonista e a vendo como uma mulher ímpar e completamente humana, cheia de conflitos e necessidades guardadas para si.

De longe, este foi o episódio mais complexo da série até agora e, sem dúvida, o melhor ao fazer uma análise geral. Desde a construção narrativa da história, até a intromissão do narrador, mas principalmente o desfecho surpreendente e muito divertido marcaram este episódio e mostrou que Daniel Filho realmente sabe fazer televisão.

Review: As Cariocas 1x07: "A desinibida do Grajaú"


As Cariocas, com um outro deslize natural para um programa que busca um formato um tanto quanto inovador para a televisão brasileira, definitivamente se firmou como uma das coisas boas da TV brasileira em 2010 e uma volta triunfal de Daniel Filho a Rede Globo.

Em 07 episódios já são 05 os que estiveram acima da média da TV - incluindo o atual - um que manteve-se regular e apenas um que tenha sido alvo de críticas, isso mostra um balanço muito positivo e que já se pode afirmar sem medo de errar: a série é realmente boa.

Em A Desinibida do Grajaú a história foi, acima de qualquer coisa, muito divertida, isso graças aos toques de genialidade e cor dados pela direção segura de Daniel Filho que, certamente, estava muito inspirado enquanto filmava este episódio em especial. A história de Michelle não foi a mais profunda entre as exibidas até o momento, mas foi, disparada, a que mais chamou a atenção do telespectador, tudo graças aos muitos toques de bom humor e seqüências realmente divertidas a que fomos colocados.

Daniel Filho mostra que é despretencioso com o roteiro em si. A história da ex-gordinha que virou miss é uma das coisas mais batidas da televisão mundial, mas quem liga pra isso quando o texto é divertido e explora todos os possíveis e imagináveis clichês disponíveis em torno disso. Brincar com clichê é tarefa difícil, mas o episódio conseguiu com maestria.

O elenco também esteve muito afinado dando apoio a toda estrutura montada para que o sétimo episódio conseguisse ser o que de fato foi, o melhor episódio da temporada de As Cariocas. E o elenco bem escolhido realmente deu apoio, apoio a grande estrela da noite que atende pelo nome de Grazi Mazzafera.

A atriz nunca esteve tão a vontade num personagem como encarnando Michelle e foi graças a sua atuação impecável que a personagem fugiu da caricatura e se tornou deliciosa para assistir (sem trocadilho, claro) e, muito, muito divertida.

Review: As Cariocas 1x06: "A Adúltera da Urca"


As Cariocas conseguiu o que poucas séries conseguem neste formato de episódios individuais com personagens tão diferentes uns dos outros. Criar um padrão fixo para cada história, para cada profundidade dos personagens ambientados em determinado bairro do Rio de Janeiro e, principalmente, para a licença poética que o roteiro toma posse.

Em seis episódios isso ficou quase sempre claro e, mesmo que o episódio 04 tenha sido muito abaixo da média e o 05 apenas razoável, a série utiliza-se o tempo todo da licença poética para brincar e até zombar das caricaturas espalhadas por todas as figuras femininas do Rio de Janeiro que são meio que uma lenda.

Em A Adúltera da Urca, além de uma história incrivelmente leve, com texto ágil e divertido, os telespectadores brasileiros puderam rever atuando na TV nacional Sônia Braga, uma grande atriz que pouco faz trabalhos por aqui, visto que há anos está radicada nos EUA - e faz muito sucesso por lá com participações em diversas séries de sucesso, diga-se.

O episódio foi muito bem ambientado e mostrou-nos uma esposa fiel, mas que se sentiu perseguida por um homem que ela considerou bonito, atraente, um tipo único. Sônia Braga soube compôr com elegância sua personagem Júlia e mostrou uma mulher fiel, porém insegura e com pensamentos nada puros. Ela nunca precisou dizer nada de impuro, mas suas expressões dentro do contexto falavam por si só.

Destaque também para todo o elenco que esteve muito bem. Regina Duarte quando interpreta de fato um personagem e não é apenas Regina Duarte dá gosto de vê-la na TV e este episódio foi um caso assim, ela soltou uma série de frases preconceituosas e divertidas ao longo do episódio. Dalton Vigh, mesmo sem praticamente nenhum texto, apenas uma seqüência na penúltima cena, conseguiu cumprir bem seu papel de elenco de apoio. Antônico Fagundes, como sempre, muito bem em suas funções e compôs um personagem interessante, confuso, ciumento e, sobretudo, com trejeitos divertidos.

A Adúltera da Urca corrigiu os equívocos dos últimos dois episódios e retomou a onda de grandes histórias contadas em As Cariocas, mostrando que o formato da série é muito interessante e pode ser mantido - a Globo já confirmou em 2011 a série As Paulistas - desde que as histórias sejam exploradas da forma correta, como este foi.

Review: As Cariocas 1x05: "A Internauta da Mangueira"


As Cariocas segue mostrando uma peculiaridade interessante e que não me lembro de já ter visto na TV brasileira. Apesar de, a cada episódio, sermos apresentados a um grupo novo de personagens com características e vivências próprias, o que chama a atenção fundamentalmente do público é a mesma seqüência narrativa e o foco mantido.

Para uma série conseguir ser construída dentro de várias histórias e manter-se como única, é necessário muita habilidade no roteiro e também na direção, pois o telespectador pode acabar enxergando várias histórias soltas e sem nenhuma ligação. Não é o caso de As Cariocas que tem um padrão único e uma deliciosa forma de se narrar.

A Internauta da Mangueira, contudo, deu a primeira vista a impressão que teríamos novamente um episódio cheio de equívocos, como foi o anterior A Invejosa de Ipanema, pior da série até então. O quinto episódio começou mal, com um primeiro bloco completamente estranho, apresentação corrida da protagonista, Gleicy, uma esposa feliz com o casamento e que faz questão de se mostrar fiel ao marido, porém, o trai virtualmente acessando a internet.

A despeito do primeiro bloco em que as personagens foram muito mal apresentadas, o episódio teve um saldo positivo. Apesar da quase nenhuma exploração aprofundada dos sentimentos, das características das personagens, a agilidade foi um ponto positivo porque contribuiu para mostrar que o desespero, a pressa, faz as pessoas cometerem erros sem pensar.

Cíntia Rosa bem que tentou segurar a bronca da personagem, mas ela não tem, nem de longe, o mesmo talento de suas companheiras que já protagonizaram outras histórias e acabou passando desapercebida diante do talento inequívoco de Du Moscovis, de volta a TV após alguns anos. Du encarnou muito bem o marido devoto, apaixonado e extremamente feliz por ter sido escolhido por um "avião". Além do que, ele esteve ótimo na pele do flamenguista fanático e marido maluco que decide matar a esposa infiel dentro do Maracanã após comemorar o Hexa do Flamengo.

O final da história, com o marido arrependido e decidindo perdoar a esposa, afinal, ela não o traiu de fato, apenas virtualmente, foi absolutamente clichê, mas muito bem conduzida e situada pelo ótimo narrador da história que continua com grandes frases. O episódio ficou abaixo dos três primeiros, mas conseguiu retirar do público a péssima impressão que o quarto episódio havia deixado. Esperemos os próximos.

"Passione" chega a picos de 47 pontos, segundo a prévia (16)


Foi ao ar mais um capítulo da novela "Passione", nesta quinta (16).

No capítulo de hoje, Olga conta para Totó que Clara e Diogo são amantes, mas ele não acredita. Fátima e Sinval conversam sobre o casamento. Gerson melhora, mas evita falar sobre o assunto com Felícia. Mimi fica irritado com Lurdinha por atrapalhar seu encontro com Agostina. Clô e Olavo vão ao cinema depois de fazer compras.

Na audiência a novela marcou 42 pontos de média, e 47 de pico em São Paulo. No Rio de Janeiro fechou com 33.0 pontos de média.

Os índices são prévios e podem sofrer alterações no consolidado.Cada ponto equivale a cerca de 60 mil domicílios ou 178 mil telespectadores.

SESSÃO FALHA NOSSA: Desejo Proibido

Carla Diaz estará em "Rebelde"


Carla Diaz será Márica Luz, uma órfã que fará de tudo para descobrir quem paga a sua escola, na nova novela da Record. Na trama, em parceria com a Televisa, ela será amiga dos "Rebeldes", que vão ajudá-la a descobrir sobre o seu passado.

A direção será de Ivan Zettel com adaptação de Margareth Boury. "Rebelde" será a primeira produção em HD da dramaturgia da emissora.

Ti Ti Ti: Armandinho vai virar modelo e posará vestido de mecânico


Armandinho (Alexandre Slaviero) terá seus dias de modelo, em "Ti Ti Ti". Por insistência de Desirée (Mayana Neiva), que acha que ele tem talento para o ramo, ele fará um book e acabará chamado para um ensaio fotográfico. O rapaz vai estrelar um editorial da revista "Moda Brasil" com a ex-namorada.

- Ele fará um trabalho, mas a contragosto. Ele não é do ramo - diz a autora da novela, Maria Adelaide Amaral. Porém, ator Alexandre Slaviero, que interpreta Armandinho, adianta que o resultado das fotos vai agradar. Ele se divertiu gravando as cenas, vestido de mecânico.

- Eu vou usar um macacão e estarei todo sujo de graxa - diverte-se Slaviero. - E a Desirée vai ter um ar de pin-up nas fotos.

O ator revela que, durante o ensaio, Armandinho vai se estressar com a equipe de produção, que tenta maquiá-lo e passar óleo em seu corpo para dar um resultado melhor nas fotos:

- Ele é meio bronco, né? Não acha que ser modelo é uma profissão. Mas ainda assim será chamado para outros trabalhos.

Armandinho acaba entrando no mundo da moda por dificuldades financeiras. Como Stéfany (Sophie Charlotte) não consegue amamentar a filha, o rapaz terá que arrumar um jeito de ganhar um dinheiro extra para comprar leite para a criança. E Desirée é quem vai tirar as primeiras fotos do ex-namorado, com seu celular, e as mandará para a sua agência de modelos.

- Ele vai agradar e terá umas aulas de etiqueta com a Dorinha (Mônica Martelli). Vai ser muito divertido - promete Slaviero.

Depois de sucesso, autor de "Clandestinos" recebe encomenda de projetos


Projeto de João Falcão apresentado à Globo ano passado, “Louco por elas” (série a ser estrelada por Eduardo Moscovis) voltou à pauta. Desta vez, João trabalha num novo roteiro com a colaboração de Gregório Duvivier, Adriana Falcão e Clarice Falcão.

E falando em João Falcão, ele também está dedicado a outra encomenda feita pela direção da TV Globo: um projeto com o elenco de “Clandestinos - O Sonho Começou”. Com isso, todos os atores tiveram seus contratos prorrogados.

Aliás, falando em “Clandestinos”, o programa de ontem trouxe uma canção de Coy Clark. Filho de Walter Clark e radicado na Califórnia, ele foi apresentado a João Falcão por amigos comuns. “É mais um clandestino”, brinca ele.

TRILHA SONORA: Roda de Fogo

Nacional



01. EM FLOR (TOO YOUNG) - Simone (tema de Maura)
02. VOCÊ - Os Paralamas do Sucesso (tema de Laís)
03. TEMA DE ANAMARIA - Clock
04. VOCÊ SE ESCONDE - Rádio Táxi (tema de Pedro)
05. VIVER É DEIXAR ROLAR O SENTIMENTO - Wando (tema de Júnior e Vera)
06. PRA COMEÇAR - Marina (tema de abertura *)
07. TRANSAS - Ritchie (tema de Renato Villar e Lúcia Brandão)
08. ALGUÉM - Kiko Zambianchi (tema de Tabaco)
09. FACHO DE ESPERANÇA - Marçal (tema de Gilson e Joana)
10. SEGREDO - Djavan (tema de Telma)
11. NEM UM TOQUE - Rosana (tema de Helena)
12. MÚSICA URBANA - Capital Inicial (tema geral)



Internacional



01. SWEET FREEDOM - Michael McDonald
02. WITH YOU ALL THE WAY - New Edition
03. INVISIBLE TOUCH - Genesis
04. COLORS ON MY BLUES - Reno Scott (tema de Carolina)
05. NEW YORK, RIO, TOKYO - Trio Rio
06. YOU CAN'T GET OUT OF MY HEART - Mike Francis (tema de Renato e Lúcia)
07. SLEDGEHAMMER - Peter Gabriel
08. HOLDING BACK THE YEARS - Simply Red
09. THE FINEST - The S.O.S. Band
10. ANCORA CON TE - Pepino Di Capri (tema de Maura)
11. SAHARA NIGHT - F. R. David
12. WHY WORRY - Dire Straits (tema de Ana Maria e Pedro)
13. IT WON'T BE THE SAME OLD PLACE - James Warren
14. IF LOOKS COULD KILL - Heart

Audiência Detalhada - Clandestinos - O Sonho Começou


SERIADO: Clandestinos - O Sonho Começou
DE: Guel Arraes, João Falcão e Jorge Furtado
HORÁRIO: 22h50
META: 20

Maior Audiência: 19 pontos
Menor Audiência: 14 pontos

- Com 7 episódios

Emissora: Rede Globo

04/11/10 =17
11/11/10 = 16
18/11/10 = 16
25/11/10 = 14
02/12/10 = 17
09/12/10 = 19
16/12/10 = 18

MÉDIA GERAL: 17 pontos - Razoável

Papéis Principais:

Adelaide de Castro - Adelaide
Alejandro Claveaux - Alejandro
Bruno Heitor - Edmilson
Chandelly Braz - Chandelly

Último episódio de Junto e Misturado aborda o tema Celebridades


No último episódio de Junto e Misturado, que a Rede Globo exibe nesta sexta-feira, dia 17, às 23h10, logo após o Globo Repórter, as celebridades são o tema de discussão.

Eles imaginam uma artista (Fabiula Nascimento ) sendo dirigida por um paparazzo (Fábio Porchat), que registra tudo em “flagrante”. Ela até sugere beijar seu acompanhante (Gregório), mas o fotógrafo diz que não, já que ele é um mero desconhecido.

Ainda neste episódio, o calor vira motivo de conversa entre os personagens. D. Pedro (Bruno Mazzeo) se sente pressionado pela empregada (Fabiula Nascimento), que o cobra uma resposta para a população que deseja saber se ele fica ou não no Brasil. Irritado com o calor, D. Pedro não consegue pensar e diz que fica.

Em outra esquete, Gregório (Duvivier) e Débora (Lamm) conversam sobre o novo apartamento dele e ressaltam uma das qualidades do local: a distância da janela do vizinho da frente, o que lhe dá mais liberdade. Eles, então, imaginam dois apartamentos grudados que permitem que o casal (Fábio Porchat e Débora) divida seu jantar com a vizinha Renata (Castro Barbosa).

Junto e Misturado é escrito por Aloisio Abreu, Elisa Palatnik, Fábio Porchat, Marcelo Saback, Rosana Ferrão e Bruno Mazzeo, que assina ainda a redação final. A direção é de Luis Felipe Sá e a direção-geral é de Mauricio Farias.

Passione: Clara visita Danilo na clínica de reabilitação nesta sexta


O reencontro de Danilo (Cauã Reymond) e Clara (Mariana Ximenes) é marcante para o ex-ciclista. No capítulo de Passione que a Rede Globo exibe nesta sexta-feira, dia 17, às 20h55, logo após o Jornal Nacional, pela primeira vez depois de seu desaparecimento e de Clara e Totó (Tony Ramos) terem reatado, os dois têm uma rápida conversa sobre tudo o que passaram.

Com a promessa de que ninguém da família Gouveia ficaria sabendo de sua visita, Clara mostra preocupação com os perigos a que o ex-amante se submeteu. Danilo admite que fez escolhas erradas por ter sido fraco na hora de enfrentar seus problemas mas, garante: está disposto a se recuperar.

O ex-ciclista nota como o casal se comporta como desconhecidos e comenta que seu relacionamento com a agora tia postiça faz parte do passado. Quando se envolveram, tanto ele quanto a vilã pareciam destemidos. Hoje, Danilo tem a sensação de que ambos mudaram muito.

Para a curiosidade do rapaz, Clara nega que tenha mudado tanto assim. Ele não entende a afirmação, mas ela não tem mais tempo para falar sobre o assunto. Sua alta acaba de ser anunciada e a esposa de Totó precisa ir, caso contrário, Stela (Maitê Proença), que chegou para buscar o filho, irá encontrá-la.

Audiência Detalhada - Afinal, O que querem as Mulheres?


SERIADO: Afinal, o Que Querem as Mulheres?
DE: João Paulo Cuenca
HORÁRIO: 23h35
META: 15

Maior Audiência: 13 pontos
Menor Audiência: 11 pontos

- Com 6 episódios

Emissora: Rede Globo

11/11/10 = 12
18/11/10 = 12
25/11/10 = 11
02/12/10 = 12
09/12/10 = 13
16/12/10 = 12


MÉDIA GERAL: 12 pontos - Razoável

Papéis Principais:
Alexandre Schumacher - Diretor
Rodrigo Santoro - Rodrigo Santoro
Paola Oliveira - Lívia Monteiro
Maria Fernanda Cândido - Monique
Vera Fisher - Celeste
Letícia Spiller - Sophia
Tarcísio Meira - Romeu

quinta-feira, 16 de dezembro de 2010

Insensato Coração: Deborah Evelyn interpreta a invejosa Eunice na trama


Em Insensato Coração, Eunice Machado (Deborah Evelyn) nem de longe é uma vilã. Mas essa mulher, casada com o administrador Júlio Machado (Marcelo Valle) e mãe de duas jovens, Leila (Bruna Linzmeyer) e Cecília (Giovanna Lancellotti), coleciona defeitos. O maior deles é a fraqueza, que a leva ao limite da sensatez, com doses exageradas de mesquinharia, preconceito e inveja.

Seu sonho de vida é ascender socialmente e, para isso, não há obstáculos. Pelo menos, nada grande ou forte suficiente que não possa ser atropelado por esta dona de casa, louca para se livrar da classe média. O casamento com Júlio não poderia ser mais conveniente. Ele se deixa influenciar, já que em seu íntimo tem os mesmos anseios de Eunice. Porém, Júlio tem seus limites e, vez ou outra, consegue segurar o cabresto da mulher.

Não é apenas com o marido que Eunice se indispõe dentro de casa. O relacionamento com a filha mais velha, Leila, também é conflituoso. A jovem, que não aceita o tom interesseiro da mãe, tenta impor a todo custo a liberdade de viver e pensar como quiser, mesmo sendo totalmente dependente dos pais. Com Cecília, a convivência é menos dolorosa, embora a romântica adolescente não abra mão do seu jeito questionador.

SBT terá dois horários de novelas próprias em março


O SBT ainda não tem nada fechado da sua programação do ano que vem, com estreia em março. A grade receberá os programas definitivos em fevereiro, quando o dono Silvio Santos retornar das férias nos Estados Unidos.

A certeza, o que desde já pode ser anunciado, são os lançamentos das duas novelas. "Corações Feridos", de Iris Abravanel, na faixa das 19 horas, e "Amor e Revolução", do Tiago Santiago, às 10 da noite - substituindo Ana Raio. A primeira está inteiramente pronta para exibição, inclusive com os seus atores dispensados, enquanto a outra só começará a ser gravada em janeiro.

Aliás, para o elenco desta última, Lúcia Veríssimo, Reynaldo Gonzaga, Mário Cardoso e Jayme Periard são esperados pelo Jurídico do SBT, no começo da semana, para assinar os seus contratos.

"Insensato Coração" terá referências a novela "Vale Tudo"


A próxima novela da faixa nobre da Globo, "Insensato Coração" terá referências a outro folhetim de Gilberto Braga.O folhetim homenageará “Vale Tudo”, exibida em 1988 e atualmente reprisada com êxito pelo canal fechado da Globo, Viva.

Na trama, a empresa do piloto de avião Pedro (Eriberto Leão) se chamará TCA, mesmo nome da firma de aviação da vilã Odete Roitman (Beatriz Segal) em "Vale Tudo". Além dessa coincidência, haverá repetição de atores, como é o caso de Glória Pires, Antônio Fagundes, Cassiano Gabus Mendes e Nathália Timberg.

"Insensato Coração" tem estreia marcada para o dia 17 de janeiro do ano que vem.

SESSÃO BASTIDORES: Insensato Coração

Veja o beijo gay de 'Clandestinos' que não foi ao ar



Durante o lançamento da série 'Clandestinos' foi divulgado que aconteceria o primeiro beijo gay entre dois homens na TV no programa. A cena foi cortada do épisódio desta quinta-feira, mas a imagem vazou na internet. Hugo Leão dá um afetuoso beijo na boca de Fábio Enriquez. Em 2005 a Globo também cortou um beijo que aconteceria entre Bruno Gagliasso e Erom Cordeiro na novela América.

'Insensato coração': Paloma Bernardi fala da novela e procura um amor


Tem tempo que Paloma Bernardi está solteira. Parece mentira, mas a linda atriz de “Insensato coração”, a próxima novela das oito, tem encontrado dificuldades para arrumar um namorado.

— A última vez que namorei foi bem antes da Mia (sua personagem de estreia na TV, em “Viver a vida”), bota antes nisso! — conta Paloma, que segue uma linha romântica: — Não consigo sair beijando por aí, gosto de focar em uma pessoa e deixar acontecer para ver se o rolinho vira namoro ou não. Mas hoje estou sem rolinho, sem nada!

Se no amor as coisas andam um pouco paradas, na carreira profissional tudo vai de vento em popa. Felicíssima com a personagem que ganhou na novela de Gilberto Braga, Paloma se dedica ao papel (Alice, uma estudante de educação física que trabalha em uma academia) desde que soube da escalação, há quatro meses:

— Jamais gostei de malhação, sempre mantive a forma com dança. Paloma dormindo é a Alice malhando. Mas meu corpo está agradecendo, estou ficando fortinha... Está me fazendo bem, já imaginou olhar no espelho a bunda não tremer?! — diz ela, que envergonhada, sempre coloca uma “camiseta mais soltinha que cubra o bumbum”.

A atriz, que tem 1,63m de altura, perdeu três quilos antes de começar a gravar. Paloma, que já se cuidava com o nutrólogo Roberto Navarro em São Paulo, onde mora com a família, alcançou os 53kg com uma dieta de 1.600 calorias.

— Traçamos um plano alimentar para diminuir a gordura corporal e manter a massa muscular, distribuindo várias refeições ao longo do dia — explica Navarro.

Paloma se esforça, mas admite que não segue as instruções com muita rigidez:

— Não sou tão disciplinada. O mais difícil é comer de três em três horas, não sinto fome. De vez em quando eu como um chocolate ou tomo um sorvete que não poderia.

Apelidada de Olívia Palito e de Vassoura no colégio, Paloma nunca teve tendência a engordar:

— Eu ficava doida, não tinha peito, bunda, nada. Sempre fui magrinha e eu era alta, hoje que sou tampinha! Mas com a adolescência tudo mudou, fui a primeira a ter peitinho e o bumbum cresceu. Essa é a primeira vez que faço regime, mas sou boa de garfo, estou me controlando.

Católica, a paulista credita o novo trabalho a Deus.

— Claro que corri atrás, mas agradeço. Agora, só falta arrumar um namorado. Essa é uma oração que faço constantemente. Peço que Ele dê uma acelerada na minha vida afetiva — diz, bem-humorada.

Para não ter que alisar os cachos, Paloma fez um pacto com os cabeleireiros: ”Eu chego com pelo menos uma hora de antecedência para fazer a escova antes da gravação“.

Na trama, Alice vive aconselhando a irmã Carol (Camila Pitanga), que sofre com o namorado mulherengo André (Lázaro Ramos). “Para ajudá-la, ela chega a falar com ele, que gosta de levar uma vida mundana. Esse comportamento é tão comum, os homens conquistam muitas, já escolher uma só...”, reclama a atriz, que aposta na semelhança física com a Camila: “Acho que a gente é parecida sim. Tenho tomado um solzinho... Com a convivência vamos ficar ainda mais parecidas”.

Quando está gravando, Paloma, que fica em um flat no Rio, não sofre com a solidão: “Gosto de ficar comigo mesma e se bate a carência ligo para alguém”.

Classificação indicativa é a nova censura, dizem novelistas


A AR (Associação de Roteiristas) lançou na semana passada um documento oficializando a nova posição da entidade em relação à classificação indicativa.

A entidade que representa os autores de novelas é agora oficialmente contrária à classificação indicativa de programas de TV realizada pelo Ministério da Justiça. Considera uma "nova forma de censura".

Documento anterior da AR dizia que a associação era favorável à classificação indicativa, mas contrária à vinculação de horários _ou seja, aceitava que um programa fosse classificado como impróprio para menores de 12 anos, mas não ser obrigatoriamente veiculado apenas após as 20h, como é hoje.

Presidente da AR, Marcílio Moraes (autor de Ribeirão do Tempo) esclarece que essa posição favorável à classificação indicativa foi tomada antes da edição da portaria 1.220, de 2007, que estabeleceu as normas em vigor e um manual que considera a adequação do conteúdo para diferentes faixas etárias conforme o percentual de sexo, violência e drogas que ele apresenta.

No novo documento, a AR afirma que seria uma traição aos autores e roteiristas apoiar a classificação indicativa, que, no entendimento da entidade, interfere no trabalho do autor, limitando a criação artística e impondo às emissoras uma autocensura.

O documento foi enviado ao Ministério da Justiça, que está realizando "consulta pública" para determinar mudanças no atual manual de classificação indicativa. A AR se recusou a dar sugestões.

"Nós não vamos nos comprometer com um manual que fala em 10% de sexo, essas coisas malucas. Somos em princípio contra a interferência no trabalho do autor", afirma Marcílio Moraes.

Leia, a seguir, a íntegra do documento da AR:

"O Ministério da Justiça acaba de abrir consulta pública sobre a Classificação Indicativa. E a Associação de Roteiristas, presidida pelo dramaturgo Marcílio Moraes, se posiciona sobre a questão, através do documento abaixo.

1 – O princípio que fundamenta a posição da AR está expresso no seu Código de Ética: “garantir a liberdade individual de criação do autor-roteirista e resguardar seus interesses profissionais, sem interferir de nenhuma forma em qualquer questão de consciência;

2 – Em função disto, a AR, enquanto entidade representante dos autores-roteiristas profissionais do cinema, da televisão e outras mídias, não aceita negociar a respeito de nenhum instrumento legal ou contratual que interfira na liberdade de criação dos autores-roteiristas, seja a que título for. A AR defende a plena autonomia profissional dos seus representados e considera que seria uma traição pactuar com quaisquer normas que possam ferir esta autonomia, como aquelas estabelecidas pela chamada Classificação Indicativa;

3 – As posições da AR se respaldam na Declaração Universal dos Direitos Humanos, artigo XIX: 'Toda pessoa tem direito à liberdade de opinião e expressão; este direito inclui a liberdade de, sem interferência, ter opiniões e de procurar, receber e transmitir informações e ideias por quaisquer meios e independentemente de fronteiras';

4 – A AR sempre dará suporte jurídico aos associados em conflitos com empresas e/ou governos por razões de consciência ou autonomia profissional. Ou seja, a AR é intrinsecamente solidária com o autor-roteirista, na sua individualidade de escritor. Por isso não pode 'negociar' genericamente ou fazer acordos com governos ou empresas, por exemplo, sobre a Classificação Indicativa;

5 – Esclarecemos que as posições proclamadas em manifesto pela AR, em 2007, contra a assinatura da Portaria que instituiu o chamado 'Manual da Nova Classificação Indicativa' pelo Ministério da Justiça, não têm mais validade, já pelo fato da portaria ter sido assinada e estar em vigor (PORTARIA nº 1.220, de 11 de julho de 2007, do MJ). O manifesto continuou publicado no site da Associação apenas como referência histórica.

6 – A AR é contrária à atuação do Departamento de Classificação Indicativa do Ministério da Justiça, em especial quanto à vinculação da classificação indicativa à licença para exibição em determinado horário, entendendo que tal posição é inconstitucional e vai de encontro ao que determinam os artigos 5º, inciso X, 'é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independente de censura ou licença', e 220, inciso II, 'é vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica ou artística', da Constituição Federal de 1988. A necessidade de chancela do Ministério da Justiça para exibição em determinado horário fere o que está disposto na Constituição, tornando a classificação impositiva e não meramente indicativa. A sociedade pode se defender de eventuais abusos na programação através do Ministério Público ou Varas de Família, sem necessidade de controle do conteúdo pelo Ministério da Justiça, que acaba por configurar uma nova forma de censura;

7 - A posição oficial da AR é a expressa na presente declaração.

"A Vida Alheia" é cotado para substituir "Casseta & Planeta" nas terças


“A Vida Alheia”, de Miguel Falabella, que faz bastante sucesso em 2010, terá uma segunda temporada no ano que vem, de acordo com a nota publicada, o seriado pode ser o substituto do humorístico ‘Casseta & Planeta’, que sairá do ar em Janeiro de 2011.

A ideia foi do diretor-geral de entretenimento da Globo. Serão cerca de 25 novos episódios, podendo ter mais uma temporada.

Lembrando que a pouco tempo atrás também foi cogitado o seriado ‘A Diarista’ para substituir ‘Casseta & Planeta’. Agora só resta esperar alguma informação oficial da emissora.

Com substituta atrasada, Record estica "Ribeirão do Tempo"


Depois de um começo conturbado, onde perdia para a mofada "Ana Raio e Zé Trovão", parece que "Ribeirão do Tempo" entrou nos trilhos certos. A novela vem atingindo audiências em torno dos 14 e 15 pontos. Muito se deve "A Fazenda", mas não se pode tirar o mérito da produção.

Com isso, a Record solicitou a Marcílio Moraes que esticasse em um mês a trama. Sendo assim, "Ribeirão" terminará só em abril do ano que vem, ficando quase um ano no ar. "Vidas em Jogos", a substituta no horário, está com seus trabalhos atrasados.

SESSÃO CENA INESQUECÍVEL: A Indomada

Confira a foto de Carolina Dieckmann grávida em "Passione"


Veja a foto de Diana (Carolina Dieckmann) grávida de sete meses em "Passione". A cena irá ao ar no próximo dia 18 (sábado). Antes, porém, no dia 14 de dezembro (terça-feira), ela vai descobrir que a gestação inspira cuidados especiais.

A personagem sofrerá uma hemorragia intensa e morrerá no parto de Vitória, filha dela e de Mauro (Rodrigo Lombardi). Desesperado, num primeiro momento ele não vai conseguir cuidar da filha.

Globo corta cenas de drogas para poder reprisar "O Clone"


Com a novela Sete Pecados registrando a mais baixa audiência dos últimos anos no Vale a Pena Ver de Novo, a Globo desistiu de manter na gaveta O Clone, um de seus maiores sucessos de todos os tempos.

A novela de Glória Perez será reprisada a partir de janeiro na sessão vespertina. A história, que mistura ficção científica (clonagem humana) com tradição árabe e dependência de drogas, aparece desde 2005 nas listas tríplices para reprises.

Mas, apesar de a novela estar liberada para qualquer horário pelo Ministério da Justiça, a Globo sempre teve temor de exibi-la, justamente por causa da temática das drogas. Na novela, Mel, personagem de Débora Falabella, é uma garota mimada e rica que se torna viciada e frequenta morros cariocas.

Durante quase dez anos, executivos da Globo acharam essa trama inapropriada para as 14h30. Avaliavam que uma coisa era mostrar o drama de uma adolescente drogada às 21h, quando as crianças veem novelas geralmente acompanhadas dos pais. Totalmente diferente seria apresentar a temática à tarde, quando crianças, muito provavelmente, não têm os pais por perto para tirar dúvidas ou receber conselhos.

No começo deste ano, O Clone quase entrou em cartaz em Vale a Pena Ver de Novo. Mas o medo de que o Ministério Público Federal entrasse com ação pedindo a suspensão da exibição da trama fez a Globo optar por Sinhá Moça. A Globo resolveu agora encarar o problema e atender a milhares de telespectores que pedem a volta de O Clone.

Mas, antes, submeteu a novela a uma boa reedição. Sob a supervisão de Glória Perez, a maior parte das cenas envolvendo drogas foi eliminada. Só cenas leves, adequadas para a faixa da tarde, foram mantidas.

Anjos do Sexos, em julho na Band, veja detalhes


Os Anjos do Sexo estreia em julho na Band em exibição semanal. A sitcom, produzida pelo Núcleo de Dramaturgia da Band Rio, foi totalmente gravada na cidade, em locações externas e nos estúdios do PoloRio de Cine e Vídeo, de março a junho de 2010.

Os 26 capítulos de Os Anjos do Sexo foram baseados na peça “Todo mundo tem problemas sexuais”, de Domingos Oliveira, para quem a série deve ser vista como uma “comédia emocionante”. Em todos os episódios, os anjos, que habitam um escritório de terapia amorosa, ajudam casais a resolver seus problemas sexuais. “A série se constitui em um caleidoscópio dos problemas sexuais dos casais contemporâneos e as histórias são baseadas em fatos reais, contadas por um psicólogo amigo”, diz o autor.

Os Anjos do Sexo tem seu elenco formado pelos atores Carolyna Aguiar e Orã Figueiredo nos papéis fundamentais do casal de anjos que desce à terra, e Dedina Bernardelli, Marco Marcondes, Ludmila Rosa, Priscilla Rozenbaum e Ricardo Kosovski, como atores principais que contracenam com artistas convidados para cada episódio. Karina Dohme, Zéu Brito, Ludmila Rosa, Hedla Lopes e Taciana Saad, foram alguns dos convidados.

Os Anjos do Sexo foi gravada em HDTV sob direção de José Roberto Sanseverino, Pedro Paulo Carneiro e Cristina “Tininha” Araújo. Direção de arte e cenografia de Paulo Dunlop.

Elenco para seriado de Aguinaldo Silva está sendo escalado na Globo


Humberto Martins é um dos nomes confirmados para "Lara com Z", novo seriado de Aguinaldo Silva para a Globo, cujas gravações devem começar na primeira semana de janeiro.

Registrado pela Globo, "Lara com Z" foi definido como título do novo seriado de Aguinaldo Silva. É, na verdade, uma produção derivada de "Cinquentinha". Um "spin off".

O diretor Wolf Maya já tem vários nomes confirmados no elenco, como Susana Vieira, Humberto Martins, Dalton Vigh, Thaís de Campos, Monique Alfradique, Rogério Barros, André Garolli, Paola Crosara e André Dale, entre outros.

Também para este trabalho estão em negociação para atuarem no seriado, Sônia Braga, Walmor Chagas e Beatriz Segall. A equipe realiza, ainda, testes para escolher o neto de Walmor e noivo de Monique Alfradique, e o antagonista da dupla Susana/Humberto.

As gravações começam na primeira semana de janeiro do ano que vem, e a estreia acontecerá numa quinta-feira de abril, logo depois de "A Grande Família".

Lembrando que o SBT também convidou Walmor Chagas para participação especial na novela "Amor e Revolução", com gravações em janeiro e lançamento em março. Apesar de não ter nada assinado até agora, informa-se que foi tudo acertado com ele.

Resta agora saber qual será o seu destino.

Série "Aline" já está gravada, com previsão para ir ao ar em fevereiro


Segundo o colunista Flávio Ricco, a temporada 2011 da série "Aline", com Maria Flor, Pedro Neschling e Bernardo Marinho, informa a Globo, já está inteiramente gravada. Agora só falta edição e sonorização. Serão 10 episódios no total, cada um exibido por semana.

O programa está anunciado para fevereiro de 2011.

Será que alguém está se inspirando no SBT?

SESSÃO BEIJO: Uma Rosa com Amor

Globo terá canal só de novelas no exterior


A Globo pretende lançar dois canais segmentados no exterior em 2011. Um dos canais será só de novelas. O outro vai ser sobre turismo, cultura e culinária brasileira.

A emissora encomendou estudo junto ao mercado e quer conquistar não só brasileiros que vivem no exterior, como também a audiência estrangeira interessada no Brasil. A Globo Internacional fechou 2011 com 580 mil assinantes pelo mundo.

Alinne Moraes desiste de novela de Miguel Falabella e Aguinaldo Silva quer Arlete Salles



Vem aí nova novela de Miguel Falabella, "Um Mundo Melhor".

Com um título provisório, a novela já vai tomando forma e escalando o elenco. Arlete Salles é uma das grandes atrizes cotadas para participar da trama e ter um papel de destaque, mas segunda consta o autor Aguinaldo Silva também está interessado na atriz para "Fina Estampa".

Alinne Moraes que estava confirmada no elenco pediu afastamento, quer mais férias.

Quanto a sinopse, ela passou por algumas mudanças consideráveis. Regiane Alves, que antes seria a vilã jovem da trama, a pedido da própria mudou de personagem, agora ela será a protagonista da trama, filha da grande vilã da história, vivida por Beth Lago, dona da loja de luxo "Comprai", que vem sendo investigada por um delegado da policia federal, que será o protagonista masculino da trama (ainda sem ator definido, já que Caco Ciocler, que interpretaria o personagem, foi deslocado para a próxima novela das seis).

Ele, sem saber, irá se apaixonar pela filha da vilã, vivida por Regiane Alves, uma moça jovem e humilde, que não aceita as falcatruas de sua mãe e fará de tudo para desmascará-la. A moça também irá despertar o ódio e a inveja de sua prima (a vilã jovem da trama, sem atriz definida, já que Regiane preferiu fazer a mocinha) que também irá se apaixonar pelo delegado e fará de tudo para ter o amor do rapaz, até se unir com a mãe de sua prima, que também é contra o relacionamento de sua filha com o homem que quer colocá-la na cadeia.

Quanto ao principal núcleo paralelo, ele vai girar em torno de duas falsas médiuns, vividas por Cláudia Jimenez e Arlete Salles (esta pode ser substituída), duas picaretas que irão descobrir um grande segredo da vilã da história: um filho que ela abandonou no passado. Com isso, as duas irão chantageá-la. Cláudia Jimenez terá uma vida dupla na trama, durante as noites, ela receberá o espírito de uma vagabunda e irá a caça de homens.

A novela contará também com Grazi Massafera, que será uma alpinista social, mas como é muito burra, tudo que ela fará pra ficar rica dará errado. Inclusive uma falsa gravidez de um jogador de futebol que ela irá inventar logo nos primeiros capítulos.

Exclusivo: Confira agora a sinopse de "Insensato Coração", próxima novela das 8


Insensato Coração tem previsão de estreia para janeiro de 2011. A novela tem direção de Vinícius Coimbra, Gustavo Fernandez e Cristiano Marques; direção-geral de Dennis Carvalho e Vinícius Coimbra; e direção de núcleo de Dennis Carvalho.

A história é escrita por Gilberto Braga e Ricardo Linhares.

A história se passa entre Florianópolis, Porto Alegre e Rio. Leo vai se envolver com contrabandistas de caça-níqueis, será viciado em prostitutas e morrerá de inveja do irmão. Pedro é piloto de avião e, ao salvar uma aeronave de um sequestro, se apaixona à primeira vista pela mocinha Marina (Paola de Oliveira). O que eles não sabem é que Pedro é noivo de Luciana (Fernanda Machado), a melhor amiga de Marina. Detalhe: a TCA, companhia de aviação comercial de Odete Roitman, de "Vale tudo", estará de volta em "Insensato coração".

Pedro se envolve num acidente de avião em que a noiva morre. Ele fica paraplégico, é responsabilizado pela morte de Luciana e, deprimido, rompe com Marina. É claro que, por causa de uma série de armações, Marina se decepciona com o piloto e casa com Leo. Numa das armações, Leo e Irene (Fernanda Paes Leme), uma prima apaixonada por Pedro, conseguem dopar o mocinho e os dois acabam transando. Irene descobre estar grávida do primo, mas quando vai contar a Marina que Pedro não teve culpa de nada, ela morre misteriosamente num acidente de carro.

Os pais de Leo e Pedro são Raul (Antonio Fagundes) e Wanda (Nathalia do Vale). Raul, aliás, pega a mulher na cama do próprio irmão, Umberto (José Wilker) e os dois rompem a relação. Lázaro Ramos será André, o pegador da história. Ele é o tipo de cara que não se envolve com a mesma mulher duas vezes, mas acaba violando sua própria regra com Carol (Camila Pitanga). A moça engravida do bon vivant e o bebê recebe o nome de Antonio, em homenagem ao pai de Camila. Depois, Carol acaba vivendo um romance com Raul, papel de Fagundes. Já André vai viver uma relação cheia de conflitos com Leila (Bruna Linzmeyer), de 19 anos.

E para quem acha que Maria de Fátima é a pior vilã da história da TV ainda não leu as cenas de Norma, papel de Glória Pires na próxima novela das oito. Ela começa a história como uma pacata e honesta enfermeira. Mas depois de ser enganada e humilhada por Leo, ela vai presa injustamente por cinco anos. Quando sai da cadeia, Norma decide se vingar do seu ex-noivo e, para isso, até mata um milionário para herdar a fortuna. Num deterninado momento da novela, Norma percebe que Leo gosta de Marina e tenta até desfigurar o rosto da rival.



Natalie Lamour, a ex-participante de um reality show vivida por Deborah Secco, vai se casar com o banqueiro Horácio Cortez (Herson Capri). Antes de ser a oficial, Natalie vai ser amante do poderoso dono de um banco de investimentos. Ela só consegue o primeiro posto porque Stela, mulher de Horácio, morre quando seu carro despenca da Avenida Niemeyer. Natalie também terá um caso com Wagner (Eduardo Galvão), advogado de seu marido.

Quando o cerco em volta de Leo já tiver se fechado, ele vai simular sua própria morte num acidente e vai incriminar Pedro. Antes, no entanto, o vilão sequestra Marina e a mantém num cativeiro. No fim, Leo morre e o público vai acompanhar novo "quem matou".

Sueli (Louise Cardoso) trabalha num quiosque no Calçadão de Copacabana e, para deixá-lo mais bonito, enfeita o local com uma linda bandeira listrada com as cores do arco-íris. Sem querer, Sueli transforma o quiosque num ponto de encontro gay da praia. Mal sabe ela que seu filho, Eduardo (Rodrigo Andrade), "se descobre" gay. Durante a $, ele até namora Paula (Tainá Müller), filha de Horácio, mas depois acaba arrumando um namorado. "Insensato" tem, em princípio, mais quatro homossexuais: Roni (Leonardo Miggiorin), Nelson Mesquita, Hugo Abrantes e Xicão Madureira.

Outro personagem que dará o que falar será Vinícius (Thiago Martins). O rapaz tem má índole e será uma espécie de psicopata. Ele é filho bastardo de Oscar (Luigi Baricelli) e se sente recalcado por vir de uma família mais modesta. Vai viver um triângulo amoroso com Rafa (Jonatas Faro) e Cecília (Giovanna Lancelloti).

"Insensato Coração" estreia no dia 17 de janeiro, substituindo "Passione".

João Miguel é escalado para "Pisa na Fulô"


Presença bissexta na televisão, João Miguel acertou sua participação na novela das 18h de Thelma Guedes e Duca Rachid. Ele será um cangaceiro e o papel tem destaque, como merece o ator.

Nathalia Dill, recém saída de "Escrito nas Estrelas", fez teste para o papel da grande vilã, uma menina que se travestirá de menino e entrará para o cangaço, algo “meio Diadorim”. Mas seu teste ainda não foi aprovado.

Emanuelle Araújo que filmou recentemente o longa “Aos Ventos que Virão” ao lado de Ricardo Dias, também está confirmada na trama. Ela será dona de uma casa de forró.

"Pisa na Fulô", título provisório, tem estreia definida para o dia 11 de abril na faixa das 18h.

"Insensato Coração" vai estrear com 18 capítulos prontos


Superados os problemas, com as substituições de Ana Paula Arósio e Fábio Assunção por Paola Oliveira e Gabriel Braga Nunes, não há mais notícias de turbulência em "Insensato Coração", novela de Gilberto Braga e Ricardo Linhares, definida pela Globo como substituta de "Passione" na sua principal faixa das 21h para janeiro de 2011.

Os diretores Dennis Carvalho e Vinicius Coimbra souberam agir rapidamente e já estão com os trabalhos praticamente normalizados. Evidente que à custa de muito sacrifício por parte de alguns artistas, obrigados a refazer várias cenas em curto espaço de tempo. Mas o pior, nesta altura, já foi.

Segundo o colunista Flávio Ricco, de acordo com os cálculos feitos pela equipe, a novela vai estrear em 17 de janeiro com 18 capítulos gravados, prontos para irem ao ar.

SESSÃO BRIGAS: Passione

Ana Maria Braga entra no "Junto e Misturado", nesta sexta (17)


No último episódio da série "Junto e Misturado", que a Globo exibe na próxima sexta-feira (17), haverá a participação especial da apresentadora Ana Maria Braga.

No bloco sobre celebridades, Bruno (Mazzeo), Débora (Lamm) e Fabiula (Nascimento) vão a uma livraria e se deparam com a apresentadora do programa matutino "Mais Você". A partir daí, o grupo começa a falar sobre situações que envolvem o mundo dos famosos.

Paola Oliveira e Maria Clara Gueiros são primas em Insensato Coração


Paola Oliveira e Maria Clara Gueiros são primas e amigas na próxima novela das oito da Rede Globo, Insensato Coração. As atrizes aproveitaram os intervalos das gravações no aeroporto para posarem juntinhas para fotos.

Insensato Coração tem previsão de estreia em janeiro de 2011. A novela tem direção de núcleo de Dennis Carvalho e é escrita por Gilberto Braga e Ricardo Linhares.

"Morde e Assopra" vai discutir virgindade masculina


A novela "Morde e Assopra", próxima novela das 19h da Globo escrita por Walcyr Carrasco, vai tratar de virgindade masculina.

Segundo a jornalista Keila Jimenez, o ator Guilherme Nasraui vai viver um jovem interiorano que é motivo de piada entre os amigos por ser virgem. O personagem, contudo, vai se tornar o objetivo de quase todas as mulheres do folhetim.

Diretora do SBT se afasta por divergências com equipe de Tiago Santiago


Tina Pacheco, diretora de dramaturgia do SBT, está se afastando da emissora por divergências com a equipe de Sérgio Madureira e Reinaldo Boury, respectivamente, produtor executivo e diretor da novela de Tiago Santiago. Tina voltará ao SBT no próximo folhetim de Íris Abravanel.

Segundo comenta-se nos corredores da Anhanguera, Tiago Santigo está disposto a fazer bem feito dessa vez. Não que "Uma Rosa com Amor" foi feita de qualquer jeito, mas sim espera-se que os eventuais contratempos que surgiram na época não se repitam agora. Isso explica o fato dele ter trazido um produtor e um diretor da Globo.

"Sansão e Dalila", da Record, será o trabalho mais caro da TV brasileira


A Record não faz segredo e já anunciou que o episódio da minissérie "Sansão e Dalila" vai custar 800 mil reais. Quase 500 mil dólares cada. No total serão 16. Salvo qualquer engano, R$ 12,8 milhões de custo final.

Resta saber como fechar essa conta. Ou quais serão os mecanismos para se buscar tamanho dinheiro de volta. Aliás, seria até interessante, a título de curiosidade, que se explicasse onde e como se gastou tanto.

Na verdade, é um número que foge muito do usual. Capítulo de novela, dependendo de emissora e do próprio horário, varia entre R$ 250 mil e R$ 400 mil. Há um forte investimento inicial, mas depois a coisa vai se equilibrando e diminuindo ao longo de 200 e tantos capítulos. Não será o caso desta minissérie, com apenas 16. É muito dinheiro. E é de se esperar que, a partir do dia 4 de janeiro, entre no ar o trabalho mais rico de toda história da televisão brasileira.

Apenas como exemplo: cada um dos 55 capítulos de "Amazônia - de Galvez a Chico Mendes", realizada pela Globo em 2006 e apresentada em 2007, custou R$ 400 mil. Metade do que é anunciado pela Record.

Lúcia Veríssimo assina contrato com o SBT


Na manhã desta quinta-feira (16), Lúcia Veríssimo assinou contrato com o SBT. A atriz vai integrar o elenco da novela "Amor e Revolução", próxima novela de Tiago Santiago, com estreia prevista para março de 2011.

A novela faz uma leitura sobre a época da ditadura militar. "O tema é absolutamente relevante. Vamos falar de uma época em que sofremos muito", disse Lúcia, que na novela vai viver Jandira, uma mulher forte que luta contar os ditadores.

SESSÃO HUMOR: TV Pirata

Silvio de Abreu prepara remake da novela "Guerra dos Sexos"


O autor Silvio de Abreu, que ainda não se despediu de sua atual novela, "Passione", revelou durante palestra no CCBB que irá fazer o remake da novela "Guerra dos Sexos", que foi ao ar em 1984 e teve Paulo Autran e Fernanda Montenegro nos papéis principais.

Tony Ramos é o mais cotado para o papel que foi de Paulo Autran na primeira versão da novela. A atriz Gloria Pires, que chegou a ser cotada para trama, não aceitou.

Silvio de Abreu contou que a estrutura da novela será mantida, mas adaptada para os dias de hoje: "Teremos até uma mulher presidente", garantiu.

O remake de "Guerra dos Sexos" tem previsão de estreia apenas para 2012, no horário das sete, da Globo.

Carolina Dieckmann ganha festa de despedida de "Passione"


Na tarde desta quinta-feira (16), Carolina Dieckmann chegou hoje aos estúdios de "Passione" e correu para o camarim. A atriz colocou a barriga de seis meses de Diana, o vestido de grávida e avisou à produção que estava pronta para gravar.

No mural estavam o roteiro com cenas de sua personagem. A sequência já tinha sido gravada, mas a direção avisou que precisaria ser refeita. Tudo não passava de uma armação. Quando a atriz, já caracterizada, entra no estúdio, encontra a produção, a direção e o elenco reunidos para uma despedida especial

A diretora de núcleo Denise Saraceni, o diretor Luiz Henrique Rios, a figurinista Gogoia Sampaio e os atores Marcello Antony, Rodrigo Lombardi, Gabriela Carneiro da Cunha e Mayana Moura prestigiaram a companheira de "Passione". Carolina recebeu flores, cortou bolo e agradeceu a cada um pela dedicação e parceria durante os sete meses de trabalho.

"Vou levar muita gente do elenco para minha vida. Como gravei mais com Rodrigo [Lombardi] e Marcelo [Antony], fiquei muito amiga deles. E estou grudadíssima com a Gabriela [Cunha]. Choramos muito na minha despedida", contou a atriz.

Ribeirão do Tempo conquista sua melhor audiência


Nesta sexta-feira, dia 12 de novembro, a novela Ribeirão do Tempo, da Rede Record, registrou a melhor audiência de 2010.

Na faixa das 22h11 às 23h08, a trama escrita por Marcilio Moraes com direção geral de Edgard Miranda, registrou 15 pontos de média, pico de 16 e share de 25%, consolidando o segundo lugar isolado.

Esta foi a melhor participação do ano.

Gabriel Braga Nunes entra em Insensato Coração


O ator Gabriel Braga Nunes está escalado para interpretar o personagem Léo na próxima novela das oito da Rede Globo Insensato Coração, trama escrita por Gilberto Braga e Ricardo Linhares e com direção de núcleo de Dennis Carvalho. O ator deve começar a gravar suas primeiras cenas na semana que vem.

Leonardo Brandão, o Léo, é o filho mais velho de Raul (Antonio Fagundes) e Wanda (Natália do Vale). O seu maior objetivo é conseguir uma boa condição financeira, pois acredita que só assim terá o reconhecimento e o amor do pai. O problema é que Léo não mede esforços para atingir o que quer. Além disso, o vilão alimenta uma perigosa inveja em relação ao irmão, Pedro (Eriberto Leão), já que o caçula tem um relacionamento exemplar com Raul.

Gabriel Braga Nunes substituitá Fábio Assunção.

TELETEMA: TiTiTi 2010

Viva traz Dona Flor e seus Dois Maridos


Em janeiro, o canal Viva reexibe mais uma minissérie de sucesso da Rede Globo: "Dona Flor e seus Dois Maridos". Exibida originalmente de 31 de março a 1 de maio de 1998, totalizando 19 capítulos. A trama foi baseada na obra original de Jorge Amado, escrita por Dias Gomes, Ferreira Gullar e Marcílio Moraes, com direção de Mauro Mendonça Filho. Tendo como trio de protagonistas os atores Giulia Gam, Edson Celulari e Marco Nanini.

Florípedes, conhecida como Dona Flor (Giulia Gam), é professora de culinária da escola Sabor & Arte, que fica víuva de seu marido Vadinho (Eson Celulari). Ele, um malandro que, morre em pleno domingo de carnaval. De luto fechado, recorda os altos e baixos desse relacionamento. Mas, como ainda é jovem e bonita, desperta a atenção do corretíssimo farmacêutico Teodoro (Marco Nanini), com quem se casa. As diferenças entre os maridos são várias: se com Vadinho tudo era uma louca, com Teodoro o sexo é regular e bem comportado; se com Vadinho o que sentia era emoção e insegurança, com Teodoro a solidez traz uma ponta melancólica de tédio. Até que o fantasma de Vadinho resolve aparecer na cama de Dona Flor e de Teodoro.

O elenco ainda conta com Francisco Cuoco, Lilia Cabral, Dira Paes, Ernani Moraes, Bruno Garcia, Otávio Muller, Solange Couto entre outros. A série substitui "Chiquinha Gonzaga", a partir do 18 de janeiro na faixa de minisséries às 23h45.

Viva reestréia a novela O Rei do Gado


Em janeiro, o canal Viva traz de volta um dos maiores sucessos da Rede Globo: a telenovela "O Rei do Gado". A novela foi exibida de 17 de junho de 1996 a 15 de fevereiro de 1997, totalizando 209 capítulos. Escrita por Benedito Ruy Barbosa, teve a colaboração de suas filhas Edmara e Edilene Barbosa, com direção geral de Luiz Fernando Carvalho. Na época, foi um verdadeiro sucesso e teve uma audiência média de 52 pontos.

A primeira fase da novela, se passa durante a Segunda Guerra Mundial, nos anos 1940. No interior de São Paulo, as famílias Berdinazzi e Mezenga têm uma rixa por causa de terras. Ocorre que os filhos das duas famílias, Giovanna Berdinazzi (Letícia Spiller) e Enrico Mezenga (Leonardo Bricio), se apaixonam e se casam, tendo um único filho, o qual recebe o nome de Bruno.

Anos se passa, em 1996, Bruno (Antônio Fagundes) é um bem-sucedido fazendeiro, conhecido pelo apelido de Rei do Gado, por possuir um grande rebanho. Ele vive um casamento infeliz com Léia (Sílvia Pfeifer) e tem dois filhos, Marcos (Fábio Assunção) e Lia (Lavínia Vlasak). Ao descobrir a traição de Léia com o motorista Ralf (Oscar Magrini), Bruno se separa dela.

Ao ter que resolver o problema da ocupação de uma de suas fazendas, a de Pereira Barreto, por um grupo de sem-terras liderados por Regino (Jackson Antunes) e sua mulher, Jacira (Ana Beatriz Nogueira), Bruno conhece a arredia bóia-fria Luana (Patrícia Pillar). Os dois se apaixonam, sem saber que na verdade são primos, e ele começa a encontrar a felicidade, só que ainda terá de enfrentar um dos tios, o velho Geremias Berdinazzi (Raul Cortez), um poderoso milionário foi conhecido como Rei do Café e do Leite em Guaxupé Minas Gerais, já que os dois manifestam intenção de comprar as terras que pertenceram a ambas as famílias no passado. Mesmo tanto tempo depois, a rixa entre os Berdinazzi e os Mezenga continua.

A bóia-fria Luana, que vivia no acampamento dos sem-terra era na verdade Marieta Berdinazzi, a única sobrinha viva de Geremias, mas que há muito tempo estava desaparecida. Como não tinha herdeiro, a fortuna de Geremias sempre foi alvo fácil de especulações. E eis que surge então uma misteriosa Marieta (Glória Pires), que aparece do nada, se dizendo ser a sobrinha que Geremias tanto procurava. Essa mulher na verdade se chamava Rafaela e era uma golpista de olho na herança do produtor.

A novela "O Rei do Gado" será exibida substituindo "Por Amor".