sexta-feira, 27 de dezembro de 2013

Despedida do elenco :: Sessão de Terapia 2

Globo estreia ‘O Tempo e o Vento’

TempoeoVento 

Adaptada da obra de Érico Veríssimo, a minissérie O Tempo e o Vento estreia no dia 01/01/2014 na Rede Globo, por volta das 22h15. Uma versão compacta desta produção já foi exibida nos cinemas em 2013.

Filmada em Bagé, Rio Grande do Sul, a minissérie tem três episódios com roteiro de Tabajara RuasLetícia Wierzchowski, direção de Jayme Monjardim.

A história é narrada pela personagem Bibiana (Marjorie Estiano/Janaína Kremer/Fernanda Montenegro), que lembra a trajetória de sua avó Ana Terra (Cléo Pires/Suzana Pires), uma mulher que viveu nas Missões. Mantendo uma relação com o índio Pedro Missioneiro, ela tem um filho, Pedro Terra (Matheus Costa/Martin Rodriguez). Este cresce, se casa e tem dois filhos, Juvenal (Cris Pereira) e Bibiana.

Cortejada por Bento (Leonardo Medeiros), filho do Coronel Ricardo Amaral Neto (José de Abreu), Bibiana se apaixona pelo Capitão Rodrigo Cambará (Thiago Lacerda), com quem ela se casa contrariando a vontade do pai. Eles têm três filhos, Bolívar (Igor Rickli), Anita e Leonor, mas a família não impede que Rodrigo continue buscando viver novas aventuras.

Esta é a segunda minissérie exibida pela Globo com base na obra de Veríssimo. A primeira foi produzida em 1985, com 25 episódios, estrelados por Tarcísio Meira, Glória Pires, Louise Cardoso e Lílian Lemertz, entre outros.

A produção é da Downton Filmes.

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Félix será obrigado a se desculpar com suas vítimas

Mateus Solano, o Félix de 'Amor à vida' (Foto: Divulgação/TV Globo) 
Mateus Solano, o Félix de 'Amor à vida' (Foto: Divulgação/TV Globo)
 
Félix (Mateus Solano) terá que se desculpar com todas as suas vítimas em "Amor à vida". Nos próximos capítulos, Pilar (Susana Vieira) obrigará o filho a corrigir seus erros com Paloma (Paolla Oliveira), Atílio (Luis Melo) e Amarilys (Danielle Winits).

Na noite de réveillon, a médica pedirá para o filho contar tudo sobre seu passado:

- Ano Novo é uma época de promessas, Félix. Prometa que vai contar tudo o que aprontou para suas vítimas. Eu sei que aprontou com muita gente, você não me engana. Principalmente a Paloma (Paolla Oliveira). Você vai procurar a Paloma e contar tudo que já fez contra ela. E, se tiver alguma maneira de acertar essa situação, prometa que vai acertar.

O vilão dirá que não sabe nem por onde começar, já que aprontou muito com a irmã. Pilar ficará revoltada com as injustiças cometidas por Félix e insistirá que ele deve se redimir.

- Félix, eu quero que você procure a Paloma e diga tudo que o aprontou contra ela, porque você só vai ter paz quando confessar todas as suas culpas! Você pretende passar a vida inteira mentindo? Tem que botar tudo para fora. Também já sei que você mandou o Maciel (Kiko Pissolato) provocar o acidente com o Atílio.

O administrador acabará confessando que também deu um golpe em Amarilys para conseguir dinheiro e abrir a empresa de distribuição de silicone. Pilar imediatamente fará um cheque e mandará o filho devolver tudo à médica.

- Vou fazer o cheque nominal a Amarilys, para você não sofrer a tentação de ficar com o dinheiro. Se é tão difícil para você dizer a verdade, comece pelo Atílio e pela Amarilys. Em seguida vemos o resto - encerrará ela.

A contragosto, o vilão marcará um encontro com a médica e explicará tudo.

- Você me deu o golpe naquela época? Eu nem desconfiei! Eu devia arranhar o seu rosto. Eu devia te cobrar juros, bicha baranga. Quero distância de você, Félix - reagirá ela, que aceitará o dinheiro.

Depois, Félix irá atrás de Atílio e revelará a verdade. Para a surpresa do vilão, o executivo agradecerá:
-  Foi graças a você que eu conheci o homem da minha vida. O Gentil. Eu acho que aqui dentro, no escritório, é bom ser o Atílio, sério, compenetrado. Mas lá fora, na vida, é tão bom ser o Gentil. Graças ao Gentil eu conheci a mulher da minha vida. A Tetê Parachoque e Paralama.

Eduardo Moscovis é convidado para a próxima novela de Aguinaldo Silva



Com dificuldade de escalar galãs na faixa dos 40 anos, a Globo voltou a assediar Eduardo Moscovis. A emissora quer que o ator participe da próxima novela de Aguinaldo Silva para às 21 horas.

O artista está afastado desse tipo de trabalho desde “Alma Gêmea” (2005), de Walcyr Carrasco. A próxima trama de Aguinaldo será a substituta de “Em Família”, a última de Manoel Carlos, que estreia em fevereiro de 2014.

A última participação de Eduardo Moscovis na Globo foi na série “Louco por Elas”, que durou três temporadas. As informações são do jornalista Flávio Ricco.

Miguel Falabella pode emplacar dois novos trabalhos na Globo


Com o sucesso de “Pé na Cova”, Miguel Falabella, o autor da série, pode emplacar dois novos programas na grade de programação da Globo de 2014. A informação é do jornalista Flávio Ricco.

Enquanto os projetos não entram em produção na emissora carioca, Falabella já avisou o elenco do seriado que as gravações da terceira temporada serão iniciadas em março.

O último episódio deste ano, exibido na terça-feira (17), registrou recorde de audiência em São Paulo com 18 pontos e 43% de share – a quantidade de televisores ligados no mesmo canal. No Rio de Janeiro, “Pé na Cova” consegue resultados ainda mais expressivos.

Nova “Malhação” terá apresentações de teatro, canto, dança e circo


A Globo está se cercando de cuidados para a produção da nova temporada de “Malhação”, que deve começar a ser gravada no primeiro semestre de 2014. De acordo com o jornal “O Globo”, a equipe da trama, que voltará a ser dirigida por José Alvarenga, já trabalha no desenho da cidade cenográfica do folhetim.

A emissora encomendou o projeto há menos de uma semana e pediu agilidade A produção construirá cenários de uma academia de arte, onde terá shows de teatro, canto, dança e circo, e também uma academia de luta. Uma praça e um local com piscina também serão construídos pela equipe de cenografia.

A cidade cenográfica será erguida no local antes ocupado pela loja Charlo’s, de “Guerra dos Sexos”. A nova temporada da novelinha será escrita por Paulo Halm e Rosana Svartman.

Tatá Werneck vai ficar confinada no “BBB” durante 12h


Valdirene, personagem da humorista Tatá Werneck em “Amor à Vida”, quer participar da próxima edição do “Big Brother Brasil”, e ela vai conseguir.

Depois da ‘Casa de Vidro’, a periguete vai conseguir ser selecionada para o reality show, novidade que é confirmada pelo diretor Boninho. “Vamos gravar a Valdirene dentro do programa, para mostrar na novela, e vamos mostrá-la no ‘BBB’, com nosso olhar diferenciado (…) A Tatá [Werneck] não vai poder desmontar a personagem durante as 12 horas em que estiver na casa. Vai ser uma loucura“, adianta.

“A Valdirene passou até pela cadeira elétrica (entrevista que escolhe e elimina candidatos)”, completa o diretor. As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”.

Record confirma novos nomes do elenco da novela “Vitória”


Em meio aos novos rumores de terceirização das novelas, a Record começa a se movimentar para o início dos trabalhos de “Vitória”, sua próxima produção que entra na sequência de “Pecado Mortal”, em meados de 2014.

Escrita por Cristianne Fridman, a história deve ter como protagonista o ator Bruno Ferrari, que, caso se confirme sua escalação, interpretará um paraplégico que vai viver uma situação de ‘incesto’ no folhetim.

Segundo a coluna de Flávio Ricco, Leonardo Vieira, Rocco Pitanga e Luciana Braga já são divulgados como os primeiros nomes confirmados da novela.

Record volta a falar de terceirização após baixa de “Pecado Mortal”


Existe um clima de tensão nos bastidores das gravações da minissérie “Os Milagres de Jesus”, nova aposta da Record no campo bíblico. Algo que poderia, inclusive, culminar no afastamento da produtora Academia de Filmes do projeto.

Segundo a coluna de Flávio Ricco, a Record não pretende investir mais que o planejado na produção e, no caso de exportação do produto, a Academia de Filmes não terá direito algum a receber.

Ocorre que, ainda de acordo com a coluna, esse tipo de parceria, apesar dos desentendimentos, deve ser usado também para o segmento novelas, especialmente por conta dos baixos resultados de “Pecado Mortal”.

A superprodução, orçada em R$ 800 mil por capítulo, naufragou, e a novela era tida como a última esperança do setor no canal.

“E a gente ia gostar de fazer, é um desafio”, diz Thiago Fragoso sobre beijo gay




Toda novela com casal gay não escapa de especulações a respeito do ‘beijo gay’, questionamentos que sempre são levantados e, mesmo com o passar dos anos, ainda são tabu para a Globo.

Com “Amor à Vida” não foi diferente e, desta vez, as perguntas são referentes aos personagens Niko (Thiago Fragoso) e Félix (Mateus Solano), que se aproximaram nos últimos capítulos.

“Torço muito pelo casal, também porque é muito bom trabalhar com o Mateus. A gente tem uma puta química, uma troca legal e se diverte fazendo as cenas. Conseguimos criar uma relação de cumplicidade muito grande”, diz Fragoso, ao site “Vírgula”.

Ele também disse que seria um desafio profissional se pudesse participar de uma cena com o beijo gay: “Seria muito legal, um barato. Seria chocante, porque a sociedade é muito conservadora. Não sei se vai contar ponto a favor ou contra, mas na teledramaturgia, como um conceito, seria muito bom. E a gente ia gostar de fazer, é um desafio. Se rolar, deve ser com o Mateus, porque as pessoas ficaram muito decepcionadas com Eron. Acredito que o público não vá perdoá-lo”.

O ator afirma que defende seu personagem e que está envolvido com a causa. “Eu me envolvo com a causa gay através do Niko. Tem muito tempo que eu queria fazer isso. Graças a Deus estou fazendo dessa maneira. Eu sempre achei que é preciso ter direitos iguais. A sexualidade, o que cada pessoa faz com a sua vida particular, ainda mais na vida sexual… Ninguém tem nada a ver com isso. Isso não tem que afetar as outras pessoas”, completa.

Niko flagra Félix vendendo hot dog no meio da rua

Niko flagra Félix vendendo hot dogs na 25 de Março.... (Foto: Carol Caminha / TV Globo) 
Niko flagra Félix vendendo hot dogs na 25 de Março.
(Foto: Carol Caminha / TV Globo)
 
Niko (Thiago Fragoso) está cada vez mais envolvido com Félix (Mateus Solano) e já percebeu que algo estranho está acontecendo com o amigo. A dúvida é confirmada durante um passeio para fazer compras de Natal na 25 de março: Félix virou vendedor de cachorro-quente!

Chocado com a visão, Niko se aproxima e pede um hot dog. Félix fica surpreso ao ver que o cliente em questão é o mais novo amigo. “Então era esse o mistério, você agora vende hot dog!”, diz Niko. O chef avisa que os dois precisam conversar, pois Félix é importante para ele.

O que será que Niko vai fazer depois de descobrir a nova realidade de Félix? Não perca a cena, que vai ao ar a partir de segunda-feira, dia 23 de dezembro.

domingo, 22 de dezembro de 2013

Record está satisfeita com a qualidade dos especiais de fim de ano


A direção da Record está realmente animada com os especiais exibidos neste fim de ano. A emissora está disposta a destinar uma faixa de sua programação para os seriados nacionais.

De acordo com as informações do jornalista Flávio Ricco, o canal quer manter a parceria de uma produtora independente para dividir os gastos das produções.

“Noite de Arrepiar”, de Bosco Brasil, e “Tá Tudo em Casa”, de Letícia Dornelles, foram as histórias que mais agradaram a alta cúpula da Record. A confirmação dos especiais aprovados acontecerá só no ano que vem.

Globo planeja remakes de novelas dos anos 70; saiba detalhes


A nova versão de “Meu Pedacinho de Chão” (1971 – 1972), de autoria de Benedito Ruy Barbosa, que já entrou em produção, animou a Globo em investir na adaptação de histórias da década de 1970.

A ideia da emissora é focar em clássicos da teledramaturgia e atrair mais público. A próxima a ser montada é “O Rebu” (1974 – 1975), escolhida para o horário das 23 horas e que terá apenas 40 capítulos. O texto é de George Moura e Tony Ramos e Patrícia Pillar já estão escalados.

Agora, o projeto é regravar a história de “Os Ossos do Barão” (1973 – 1974), original de Jorge Andrade. A ideia surgiu nas comemorações dos 40 anos da novela. Lima Duarte, que participou da original, poderá estar na nova versão. A última foi feita pelo SBT em 1997.

As informações são do jornal “Agora”.

sábado, 21 de dezembro de 2013

Tatá Werneck filma cenas na ‘casa de vidro’ para “Amor à Vida”


A atriz Tatá Werneck roubou a cena nesta sexta-feira (20), em um shopping do Rio de Janeiro.

De acordo com o site “Ego”, Tatá filmou cenas da novela “Amor à Vida”, onde sua personagem, Valdirene, participa da chamada ‘casa de vidro’ e tenta uma vaga na próxima edição do reality “Big Brother Brasil”. Emilio Orciollo Netto e Dani Vieira também filmaram as cenas.

Além de fazer parte da trama, a ‘casa de vidro’ foi colocada na novela a fim de gerar propaganda para o programa, que estreia sua 14ª edição no dia 14 de janeiro.

Walcyr Carrasco vai voltar para a faixa das 18h por vontade própria


A Globo está satisfeita com os resultados de “Amor à Vida”, novela escrita pelo autor Walcyr Carrasco, que já produziu diversos sucessos às 18h e 19h.

Apesar de estar abaixo do patamar desejado pela Casa, a produção conseguiu elevar os índices das 21h, anteriormente ocupado por “Salve Jorge”, a pior audiência da história da emissora. Além disso, repercute entre os telespectadores.

Ainda assim, o autor deseja voltar para a faixa das seis. Partiu dele a decisão de escrever um novo folhetim para o horário, com uma sinopse já desenvolvida. A produção será uma comédia de época, tal qual sucessos como “O Cravo e a Rosa” e “Chocolate com Pimenta”.

As informações são da coluna “Outro Canal”.

Mesmo em baixa, “Além do Horizonte” é bem vista pela Globo



A novela “Além do Horizonte” é atual pedra no sapato da Globo, com índices inaceitáveis para a faixa das 19h e atual detentora do título de pior audiência da faixa. Somente nesta semana, a produção registrou, na quinta e na sexta-feira, audiência inferior a de “Joia Rara”.

Apesar disso, segundo a coluna de Flávio Ricco, a emissora vê como natural a resistência dos telespectadores à um produto diferente do habitual e, por conta disso, não existem motivos para alterar o planejamento original da trama.

Prevista para terminar em maio, a data do encerramento do folhetim escrito por Marcos Bernstein e Carlos Gregório será mantida.

Record vai exibir capítulo especial de “Pecado Mortal”



Em baixa, tendo como um dos motivos apontados o fato de a Globo estar esticando os capítulos de “Amor à Vida”, a novela “Pecado Mortal” vai ganhar um capítulo especial na próxima semana.

Segundo a coluna de Flávio Ricco, no capítulo, que será exibido na próxima segunda-feira (23), a edição mostrará como seria a vida dos personagens do folhetim caso tivessem tomado rumos diferentes.

O autor Carlos Lombardi tomou como base as ideias utilizadas em “Mad Men” e “A Felicidade Não Se Compra” para compor o especial.

Autores e diretores da Globo reclamam da falta de galãs



Uma reclamação por parte dos autores e diretores da Globo se torna cada vez mais frequente: está difícil escalar o elenco de novelas devido a falta de galãs disponíveis na faixa dos 40 anos de idade.

Segundo a coluna da jornalista Patrícia Kogut, o fato se agrava com parte dos atores dando preferência ao teatro e cinema em detrimento de participações em telenovelas da Casa.

A falta de veteranos, aliás, é uma das reclamações feitas com relação à “Além do Horizonte”, novela que apostou em muitos novatos e, a baixa audiência, dentre outros motivos, é apontada como resultado da falta de rostos mais conhecidos.

Band pode voltar a produzir novelas


A Band já há alguns anos deixou de apostar tem telenovelas, apesar de ter obtido relativo sucesso com as novelinhas “Floribella” e “Dance, Dance, Dance”. As tramas adultas, no entanto, tal qual tem ocorrido com o SBT, não emplacaram.

A emissora, apesar disso, pretende voltar a investir no formato, tanto em novelas quanto em séries. A novidade deve ganhar cores daqui há dois anos, após o processo de fusão dos canais do Grupo Bandeirantes estar concluído.

Segundo a coluna de Flávio Ricco, Johnny Saad, dono da emissora, acredita que um canal aberto não deve abrir mão de um segmento que, no Brasil, é o preferido dos telespectadores.

O canal teria se animado após Globo e Record pararem de disputar alguns nomes, dando fim aos contratos com valores altíssimos. Com salários mais próximos da realidade, a Band e os demais canais podem investir com maior segurança.

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

Veja quais atores participam da segunda temporada de “O Négocio”



Conforme estava previsto, as gravações da segunda temporada de “O Negócio” já começaram. Com isso, alguns atores se dedicaram aos trabalhos do seriado da HBO nas últimas semanas. De acordo com o jornalista Fernando Oliveira, o ator André Bankoff é uma das estrelas da nova leva de episódios.

Raquel Ripani, Eduardo Semerjian, Guilherme Gorski e Einat Falbel também gravaram as suas respectivas participações. No entanto, o elenco deve aumentar de acordo com a evolução do trabalho da equipe.

A segunda temporada de “O Negócio” não tem data de estreia confirmada, mas pode entrar no ar no segundo semestre de 2014. Além disso, a emissora já estaria conversando sobre a possibilidade de mais episódios para 2015.

A série gira em torno de três garotas de programa que usam técnicas de marketing e administração para fazer o próprio negócio gerar lucro.

Atriz Maria Flor estreia como diretora de série do Multishow


A atriz Maria Flor, que ficou muito conhecida pela série “Aline”, vai investir em outro lado da carreira. A artista está envolvida na série “Só garotas”, do Multishow, mas, desta vez, como diretora. A produção, no entanto, ainda não possui data de estreia marcada.

Atualmente, Maria está no ar, e pelo menos canal, na série “Do Amor”. A segunda temporada da produção chega ao fim no dia 23 de janeiro. Já na TV aberta, a atriz não está escalada para nenhum trabalho.

As informações são do colunista Flávio Ricco.

Aline pede para César assinar documento e ele desconfia: “Tem alguma coisa errada”


Em “Amor à Vida”, Aline (Vanessa Giácomo) está deixando César (Antonio Fagundes) cada vez mais desconfiado sobre os seus verdadeiros planos. A secretária pede para o marido assinar a nova procuração, já que a antiga foi perdida na confusão que terminou com o assassinato de Mariah (Lúcia Veríssimo).

O empresário, no entanto, recebe com surpresa o novo documento, que, segundo Aline, é um cheque para que ela possa cuidar das despesas da casa. “Eu não ouvi o ruído do cofre. Você sempre abre o cofre quando vai pegar um cheque. Tem alguma coisa errada”, desconfia César, surpreendendo a mulher.

Aline, mais uma vez, inventa uma desculpa esfarrapada e acaba contornando a situação. As cenas vão ao ar no capítulo desta sexta-feira (20).

Globo muda dia de exibição da série “A Teia”


A Globo anunciou a série “A Teia” como uma das grandes novidades de sua programação para este ano no programa “Vem_Aí”, juntamente com “O Dentista Mascarado”. “A Teia”, no entanto, não entrou no ar e acabou ficando para 2014.

A emissora havia agendado a produção para as noites de quinta-feira, entretanto, resolveu veicular a série às terças, na sequência dos paredões do “Big Brother Brasil”.

A estreia de “A Teia” está programada para o dia 28 de janeiro e serão dez episódios nessa primeira temporada. Com informações da coluna de Flávio Ricco.

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

Após fracasso, nova “Malhação” voltará a ser dirigida por José Alvarenga


A direção da Globo resolveu dar uma nova chance para “Malhação”, que há anos vem perdendo audiência e prejudicando a programação noturna da emissora. De acordo com o jornal “O Globo”, a nova temporada da novelinha, que deve ser exibida depois da Copa, já tem autoria e direção definidas.

Rosana Svartman, que escreveu a temporada passada, e Paulo Halm, conhecido por seus trabalhos na telonas, como “Achados e Perdidos” e “A Casa da Mãe Joana”, serão os responsáveis pelos textos. Na direção, a emissora voltou a escolher o núcleo de José Alvarenga. Atualmente, a novelinha é dirigida pela equipe de Dennis Carvalho, que estará em breve com as atenções voltadas para a próxima novela de Gilberto Braga na emissora.

A expectativa da Globo é que a nova temporada recupere o público perdido nos últimos tempos. Apesar da baixa repercussão, “Malhação” continua revelando novos nomes na dramaturgia. Muitos atores da temporada passada, como Agatha Moreira, Alice Wegmann e Guilherme Leicam estarão na próxima novela das 21h. É um bom exemplo da importância da trama para os folhetins globais.

Escrita por ex-autor global, “Noite de Arrepiar” pode virar série na Record


A Record anunciou que vai transformar em série um de seus especiais de fim de ano. De acordo com o jornal “O Globo”, apesar da forte disputa, “Noite de Arrepiar”, que mistura terror e humor, tem grandes chances de ganhar novos episódios na programação de 2014 da emissora.

A trama é escrita por Bosco Brasil, que já emplacou trabalhos na dramaturgia da Globo, como colaborador de várias obras e autor titular de “Tempos Modernos”. O especial recebeu elogios dos diretores da emissora pela qualidade do texto.

Desta forma, “A Nova Família Trapo” não deve ganhar novos episódios. A produção havia sido a mais repercutida nos bastidores da emissora por se tratar de um remake de grande sucesso dos anos 60, mas a nova versão não agradou.

Chandelly Braz vai estrelar “Geração Brasil”; Secco e Casadevall estão fora


Chandelly Braz, que atuou em ”Cheias de Charme”, de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, vai voltar a trabalhar com os autores em “Geração Brasil”, próxima novela das sete da Globo. Ela será a protagonista da história.

A notícia contraria rumores de que Deborah Secco e Maria Casadevall estrelariam a produção. A agente de Casadevall, inclusive, negou a possibilidade desse trabalho, alegando que ela não poderia conciliar as gravações da trama com a reta final de “Amor à Vida”, onde interpreta Patrícia.

A presença da veterana Renata Sorrah no elenco, no entanto, está confirmada. A artista vai interpretar a mãe do personagem de Murilo Benício e a relação entre eles será bem complicada durante toda a história.

As gravações começam no início do ano e a estreia está prevista para maio. Taís Araújo, Isabelle Drummond, Marco Pigossi, Lázaro Ramos e Claudia Abreu também estão escalados para a produção.

As informações são do jornalista Flávio Ricco.

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

“A Grande Família” tem baixa no elenco em sua última temporada


A Globo confirmou na semana passada que a próxima temporada será a última de “A Grande Família”, uma das produções mais longevas da TV brasileira.

A despedida do seriado, no entanto, terá baixa no elenco. O ator Luís Miranda, segundo a coluna “Mundo da TV”, foi escalado para “Geração Brasil”, nova novela das sete, substituta de “Além do Horizonte”.

Na produção, ele vai interpretar um de seus personagens de sucesso no teatro, Madame Sheila, e será mãe do personagem de Lázaro Ramos.

A dúvida segue relacionada ao humorista Fábio Porchat, que está em processo de renovação de contrato com a Globo e deve ganhar uma nova série no ano que vem.

“Os Milagres de Jesus” enfrenta crise na Record


“Os Milagres de Jesus”, nova aposta da Record no campo bíblico, sofre uma séria crise em seus bastidores, contando, inclusive, com a ameaça de a Academia de Filmes, que produz a minissérie em conjunto com a emissora, deixar o projeto em vésperas da estreia da produção.

Segundo a coluna de Flávio Ricco, cortes no orçamento previsto, confusão com direitos relacionados a reprises e outros mercados, descumprimento de cláusulas contratuais e até o fato de a Record ter tirado da produtora a responsabilidade pela finalização dos capítulos estão entre as queixas registradas.

Consultadas, as partes desmentiram qualquer tipo de problema nos bastidores. A estreia de “Os Milagres de Jesus” segue prevista para o dia 22 de janeiro.

Globo está satisfeita com ritmo de “Em Família”


Após espichar a quantidade de capítulos de “Amor à Vida”, a Globo está tranquila com o cronograma de “Em Família”, a última novela de Manoel Carlos na emissora.

De acordo com a colunista Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”, a equipe está comemorando o atual momento do trabalho. Como a história terá três fases, a produção fica mais demorada, o que pode acarretar em atrasos nas gravações.

Aliás, Manoel Carlos sempre foi conhecido por ter uma margem curta de capítulos. O objetivo do autor era usar notícias do dia a dia no texto das novelas. Por isso, os atores, muitas vezes, recebiam o material em cima da hora.

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Aguinaldo Silva quer Alexandre Nero em nova novela


O ator Alexandre Nero, que vem emendando trabalhos desde a novela “A Favorita”, está disputado na Globo. No ar em “Além do Horizonte” e no semanal “Amor & Sexo”, ele já tem compromissos para o segundo semestre de 2014.

O novelista Aguinaldo Silva quer Nero como protagonista de seu próximo folhetim, que entra na sequência de “Em Família”, de Manoel Carlos, cuja estreia acontece em fevereiro.

Silva e o ator já trabalharam juntos em “Fina Estampa” e o Alexandre Nero está no ar em “Crô”, filme derivado dessa produção.

“Tenho vontade de fazer algo que ainda não me foi apresentado”, revela Adriana Esteves


A atriz Adriana Esteves, o principal nome de 2012, quando estrelou a novela “Avenida Brasil”, onde interpretou a vilã Carminha, completou 44 anos de idade neste domingo (15), e disse, para o portal da Globo, que gosta de se sentir desafiada em seus trabalhos.

“Tenho vontade de fazer algo que ainda não me foi apresentado (…) O meu grau de exigência com meus trabalhos é que é muito grande. Isso é que procuro equilibrar. E este é um exercício bem intenso”, conta.

Ela destaca a importância de Carminha em sua carreira: “‘Avenida Brasil’ foi, talvez, o maior desafio profissional já proposto a mim (…) A primeira grande vilã que eu fiz e em uma novela das 21h. Sem dúvida, uma responsabilidade enorme”.

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Elenco de “Geração Brasil” está quase fechado; saiba mais


A Globo continua acelerando a pré-produção de “Geração Brasil”, a próxima novela das 19 horas, substituta de “Além do Horizonte”. A história de Filipe Miguez e Izabel de Oliveira, os mesmos autores de “Cheias de Charme”, tem quase o elenco inteiro fechado.

Dessa forma, faltam apenas dois atores serem escalados para tramas importantes: a mãe do personagem de Humberto Carrão e a antagonista que formará o triângulo amoroso com Murilo Benício e Cláudia Abreu.

Além desses artistas, o elenco de “Geração Brasil” é composto por Isabelle Drummond, Taís Araújo, Marco Pigossi, Renata Sorrah, entre outros. As gravações devem começar em fevereiro. As primeiras cenas serão rodadas nos Estados Unidos e em Pernambuco.

As informações são da coluna da jornalista Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”.

“Avenida Brasil” estreia hoje na Argentina e é destaque na imprensa local


Vendida para mais de 124 países, a novela “Avenida Brasil” vem se tornando um fenômeno mundial. Nesta segunda-feira (16), às 16h30, a rede de televisão Telefe, exibe a estreia da trama na Argentina. Apesar de ser exibida em um horário sem grande audiência, o folhetim de João Emanuel Carneiro é destaque na imprensa local.

O jornal “O La Nacion”, um dos principais do país, destacou que a produção protagonizada por Adriana Esteves, Débora Falabella e Murilo Benício tem uma história que fez “os homens dos bares de Copacabana deixarem de lado seus chopes para assistirem aos capítulos da trama“. “Nem o futebol pode competir com a trama que mexeu o Brasil”, completou a publicação.

Já o jornal “O Clarín” também repercutiu a estreia de “Avenida”, destacando que até a presidente Dilma Rousseff fazia parte dos milhões de telespectadoras da novela. A publicação afirma, ainda, que a Carminha era uma “vilã de dar medo” e que a história foi eleita pela “Forbes” a produção brasileira que mais rentável do país.

“Avenida Brasil” teve em seus primeiros capítulos várias cenas gravadas na Argentina, o que impulsionou a repercussão por lá.

Patrícia Pillar e Tony Ramos vão estrelar “O Rebu”


Convidado do programa “Encontro com Fátima Bernardes” na semana passada, o ator Tony Ramos acabou deixando escapar qual será seu próximo trabalho na TV em 2014.

O ator revelou que será um dos destaques de “O Rebu”, próximo remake da faixa das 23h, que será produzido no ano que vem. Agora, segundo a coluna de Patrícia Kogut, também já se sabe quem fará par com o veterano.

Patrícia Pillar, uma das estrelas de “Amores Roubados”, nova minissérie do canal, com exibição em janeiro, formará com Tony um dos casais principais da história, que tem direção de José Luiz Vilamarim.

Os três trabalharam juntos em “Cabobla”, de 2004.

Giovanna Antonelli está animada para última novela de Manoel Carlos


Giovanna Antonelli já está se preparando para interpretar a Clara, personagem que será casada com Cadu (Reynaldo Gianecchini) na última novela de Manoel Carlos, “Em Família”, e que depois irá se envolver com uma mulher na trama. A companheira de cena será Tainá Muller, que vai dar vida à Marina.

“Como atriz, me empenharei em contar uma grande história de amor onde não se enxergue o preconceito. É um desafio e gosto de desafios”, conta ela. Sobre o possível beijo lésbico, a atriz não adianta nada. “Acho que será consequência. Emplacar nossa história com humanidade, amor e verdade é o mais importante”, finaliza.

E conversar sobre diversidade sexual em casa não é um problema para Giovanna. A atriz não se envergonha na hora de tirar as dúvidas do filho Pietro, de 8 anos, fruto do casamento com Murilo Benício.

“Acho que, como o Pietro, a nova geração de pais e crianças já vem mais aberta. Em casa não existem tabus. Tiro toda eventual dúvida com naturalidade.”

A entrevista foi concedida à jornalista Patrícia Kogut, do jornal “O Globo”.

Sucesso de “Água Viva” rende edição temática do “Reviva”



O bom desempenho de “Água Viva” no Viva renderá um especial sobre a novela em janeiro. No mês de férias, o canal vai levar ao ar as principais curiosidades e acontecimentos dos bastidores da trama no “Reviva”.

“Água Viva” foi exibida originalmente em 1980 e é de autoria de Gilberto Braga, com a colaboração de Manoel Carlos. A reprise é um sucesso e atinge uma ótima audiência nas madrugadas do canal.

Além disso, da 0h às 6h, o Viva é líder na TV paga entre o público adulto. Essa faixa é destinada ao capítulo ‘inédito’ de “Água Viva” e às reprises de “A Próxima Vítima” e “Anjo Mau”.

As informações são do jornal “Folha de S. Paulo”.

sábado, 14 de dezembro de 2013

Lauro César Muniz conta bastidores da Record e fala em sabotagem; confira


Após anunciar que o seu contrato não será renovado no fim deste ano, Lauro César Muniz, de 75 anos, resolveu comentar sobre o seu trabalho na Record e fala em “sabotagem” na época de “Máscaras”. Confira mais detalhes do depoimento dado ao jornalista Daniel Castro, do site “Notícias da TV”.

Já sobre a Globo, afirma que também houve uma briga com Jayme Monjardim, diretor-geral de “Aquarela do Brasil” (2000). “Ele mexia demais no texto e na edição, achava que o ritmo não estava adequado. Os atores reclamavam. Fui aguentando, até certo ponto. Fiz um comentário e não gostaram.”

Depois de ficar quatro anos sem produzir nada na emissora carioca, Lauro recebeu um convite da Record, que foi sugerido por Tiago Santiago. “Isso foi antes de eu ter problemas com o Tiago. Como supervisor de teledramaturgia, ele queria uma impor uma linguagem. É difícil impor algo para um autor experiente como eu. Ele queria coisas mais esquemáticas, mais maniqueístas. Eu não concordava.”

Em 2012, o fracasso de “Máscaras” chocou a Record. A história, a última de Lauro César Muniz no canal, era considerada confusa e muito sofisticada para o público. “Até hoje não entendo direito o que aconteceu. Houve um desentendimento total, um absurdo. Ignácio Coqueiro [diretor-geral] queria outra novela. Um dia, pouco antes da estreia, tive uma crise no RecNov, me tranquei no banheiro, vomitei muito. Eu pressentia o desastre.”

Outros problemas internos também atrapalharam o desenvolvimento de “Máscaras”. “Durante uma visita da produção ao navio, procurei pelo Ignácio longamente. Fui encontrá-lo isolado, muito angustiado. O cenário era muito ruim. Havia também a limitação das jornadas de trabalho das equipes técnicas. Uma novela que começa assim não pode ser consertada”, finaliza.

A falta de estratégia da Record é destacada pelo autor. “Antes de ‘Máscaras’, colocaram uma reprise de ‘Vidas Opostas’, uma trama ótima do Marcílio Moraes. Mas havia 14 atores comuns nas duas novelas. Isso foi desastroso. O público fazia piada com os atores. Eu recebia com três pontos [no Ibope]. Um erro elementar. Dois terços da novela foram exibidos depois das 23h30. Eu não sabia se era a última novela do dia ou a primeira do dia seguinte.”

Sobre os problemas com o texto, muito divulgados na época, Lauro avalia o próprio trabalho. “O texto era muito sofisticado, e nisso eu errei. Mas não era confusa, tanto assim que teve um enorme sucesso quando exibida em canais por assinatura na Europa. Em Portugal, alcançou o primeiro lugar de audiência”, relembra ele.

O autor também fala em sabotagem, mas diz que não tem como provar. “O fracasso provocou a queda do Hiran [Silveira] e mais adiante pesou indiretamente na substituição do [Honorilton] Gonçalves. Fui o último a cair. Sabotagem? Não tenho provas para falar nisso, mas parecia que o comitê artístico estava em choque com o RecNov. Quem viria nos escritórios em São Paulo, percebia isso. Eu comecei a me sentir o bode expiatório dentro de uma guerra de poder.”

A Record também desistiu da ideia de produzir uma minissérie sobre o maestro Carlos Gomes. Com a mudança da direção, o projeto foi rejeitado. “Depois de uma rápida conversa por telefone com o novo chefe da teledramaturgia, recebi uma informação: ‘A grade de 2014 e 20115, em teledramaturgia, está completa’. Então eu respondi: ‘Volto em 2016′. Na verdade, trata-se de uma questão financeira. Dois anos de meus ganhos é um valor alto demais para a empresa.”

Lauro também não esconde que sente um pouco de mágoa da emissora. “Nos nove anos em que trabalhei lá, eu me senti isolado.” O autor afirma que os diretores não entendem do assunto e que o canal não confia no setor. “O diálogo é difícil. As pessoas que cuidam da teledramaturgia se esforçam, mas não são do meio.”

Sobre a saída recente de vários atores da Record, Lauro é direto e critica a posição da emissora. “Não podiam perder atores e atrizes como o Gabriel Braga Nunes, Marcelo Serrado, Tuca Andrada, Miriam Freeland, Bianca Rinaldi. A última estrela da Record é a Paloma [Duarte]. Há bons atores, mas faltam grandes astros protagonistas.”

Tranquilo por estar no fim de contrato, Lauro vai “retomar a vida. Uma nova era.” 

Depois de 7 anos na Record, Karen Junqueira volta à Globo em nova novela


Depois de Bianca Rinaldi e Arthur Aguiar, a Globo contratou mais uma estrela da Record para a novela “Em Família”, que substituirá “Amor à Vida” a partir de fevereiro. De acordo com o jornal O Globo, Karen Junqueira, que nos últimos 7 anos atuou em diversas novelas da Record, como “Caminhos do Coração” (2007), “Poder Paralelo” (2009) e “Máscaras” (2012), está de volta ao Projac.

A atriz acertou com a emissora uma participação especial na trama de Manoel Carlos, que terá Julia Lemmertz e Gabriel Braga Nunes nos papéis principais. Karen começará a gravar nesta semana suas cenas no folhetim. Como fará apenas uma participação especial, a atriz pode ser convidada para uma nova produção da emissora em breve.

Junqueira iniciou sua carreira na Globo, quando viveu a Tuca na temporada de 2006 de “Malhação”, mas no ano seguinte foi chamada pela Record para atuar na saga de “Os Mutantes”. Recentemente, ela também participou da primeira temporada da série “Preamar”, do canal pago HBO.

Globo pode montar ‘Casa de Vidro’ para Valdirene em “Amor à Vida”


A Globo estuda fazer uma bela divulgação da próxima edição do “Big Brother Brasil”, que estreia em janeiro.

De acordo com o colunista Fernando Oliveira, a emissora pretende criar uma ‘casa de vidro’ especialmente para a novela “Amor à Vida”, onde a personagem Valdirene, vivida por Tatá Werneck, ficará confinada.

Quando cria a ‘casa de vidro’ para o reality, a Globo costuma montar a estrutura num shopping movimentado a fim de gerar interação (mesmo que parcial) entre o público e os participantes, além de divulgar ainda mais o programa. A intenção é fazer o mesmo com a personagem da novela e shoppings interessados no projeto já estão conversando com a emissora.

Walcyr Carrasco fala sobre a sexualidade de Jonathan, de “Amor à Vida”


Walcyr Carrasco novamente usou seu Twitter para desmentir boatos sobre “Amor à Vida”. O autor, desta vez, falou sobre a sexualidade de Jonathan (Thalles Cabral), filho de César (Antonio Fagundes), que por anos viveu achando que Félix (Mateus Solano) era seu pai.

“Mentira que Jonathan é gay. Mentira total. Jonathan não é gay”, afirmou o autor, após surgirem boatos de que o personagem é homossexual.

Na trama, o jovem chegou a questionar sua sexualidade quando Félix ‘saiu do armário’, achando que também seria gay por conviver com o vilão durante tanto tempo.

“A Mulher do Prefeito” não terá segunda temporada


A Globo exibe na semana que vem os finais de temporada de algumas produções, dentre elas, “A Mulher do Prefeito”, série estrelada por Denise Fraga e Tony Ramos nas noites de sexta-feira.

Segundo a coluna de Flávio Ricco, as gravações da série foram concluídas e a Globo não vai investir numa nova leva de episódios.

Na ocasião do lançamento de “A Mulher do Prefeito”, já havia sido anunciado que o trabalho não teria sequência. Foi dito, inclusive, que Tony já estava reservado para outra produção.

Nesta quinta-feira (12), sem querer, o ator deixou escapar no “Encontro com Fátima Bernardes” que estará no elenco do remake de “O Rebu”, na faixa das 23h.

Depois de Lauro César, Record pode dispensar Marcílio Moraes


Nesta sexta-feira (13), como o RD1 noticiou, o autor Lauro César Muniz foi dispensado pela Record após o fracasso da novela “Máscaras”. O autor, que andava descontente com o segmento, desejava apostar em minisséries, mas a emissora não quis produzir um trabalho sobre a história do maestro Carlos Gomes.

Segundo a coluna “Outro Canal”, outra baixa deve acontecer no canal. O autor Marcílio Moraes pode ser o próximo dispensado. Entretanto, diferente de Muniz, que estava fora do ar, Marcílio está produzindo a segunda temporada de “A Lei e o Crime”, para o ano que vem.

A crise na teledramaturgia na Record, cabe lembrar, culminou em centenas de demissões ao longo de 2013.

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

Record pode trocar novelas por minisséries bíblicas




Ao lado do jornalismo policial, as minisséries bíblicas são o ponto forte da Record, sempre alcançando médias de dois dígitos de audiência. A série “A Bíblia”, que manteve os índices de “José do Egito”, comprova essa tese.

Por conta disso, a emissora vai seguir apostando neste filão. A partir de janeiro, entra no ar “Os Milagres de Jesus”, que terá, a cada nova semana, a história de pessoas que foram tocadas por Jesus.

Nos bastidores do canal, existe uma conversa para que as minisséries ocupem a vaga das telenovelas, que estão em baixa desde a exibição de “Máscaras”. “Pecado Mortal”, superprodução, não sai da casa dos 6 pontos.

Para aquecer o horário para “Os Milagres de Jesus”, a Record vai exibir dois especiais de jornalismo tratando sobre passagens bíblicas, nos dias 8 e 15 de janeiro.

Com informações do jornal “Folha de S. Paulo”.

Joana Fomm fala sobre saúde e carinho dos fãs


Afastada da TV desde 2010, quando participou da série “As Cariocas”, da Globo, Joana Fomm, de 73 anos, revelou que o carinho dos fãs a ajudou a lutar contra o câncer de mama, diagnosticado em 2007. A revelação irá ao ar no programa “Damas da TV”, do canal Viva, no próximo dia 18, às 21 horas.

“No auge da doença, eu estava em uma loja e uma senhora disse assim: ‘Fica boa, não tem esse negócio de ficar doente. Estamos com saudade!’ Fiquei rindo sozinha”, conta ela.

Curada do câncer, a atriz voltará à TV no ano que vem na série “Os Experientes”, da Globo. Agora, a artista enfrenta a disautonomia, doença que afeta o sistema nervoso e compromete alguns movimentos.

Durante o programa, que homenageia atrizes renomadas, Joana recorda de personagens que marcaram a sua carreira, como a beata Perpétua, de “Tieta” (1989).

“Montei a Perpétua, que tinha uma loucura, e identifiquei um lado meio circense. Não tinha tentado isso antes por causa da minha timidez. Deu tão certo que a novela toda seguiu esse caminho, e foi um sucesso.”

Globo quer evitar atores estreantes em papeis principais nas novelas

 
Com a falta de galãs talentosos na telinha, a Globo vem buscando atores estreantes para o posto de protagonista de suas novelas. A experiência, no entanto, não deu nada certo em “Além do Horizonte”, que abusou de atores novatos em seu núcleo principal, derrubando a audiência da faixa das 19h da emissora.

De acordo com o jornal “O Globo”, a ordem agora é evitar a ousadia nas escalações. Atores com pouca experiência terão personagens pequenos e os papéis principais serão ocupados por atores já consagrados pelo público, assim como geralmente acontece na maioria das produções.

Apesar da baixa audiência, a novelinha “Malhação” continua servindo como a maior escola da emissora e deverá ser a única a testar novos talentos.

Lauro César Muniz deixa a Record; contrato não será renovado


O fracasso da novela “Máscaras”, que iniciou a trajetória de queda do segmento na Record, acabou colocando fim na parceria entre o autor Lauro César Muniz e a emissora, que teve início em 2005, quando foi contratado pela Casa após um longo período na geladeira da Globo, onde o último trabalho foi a minissérie “Aquarela do Brasil”, em 2000.

Segundo o site “NTV”, a não renovação do contrato vai de encontro com o processo de redução de valores contratuais e, além disso, a nova direção da Record não pretendia produzir a minissérie sobre a vida do maestro Carlos Gomes, que estava nos planos do autor.

“Fui informado pelo senhor Marcelo Silva [vice-presidente artístico] de que a emissora não faria a minissérie sobre [o maestro] Carlos Gomes, um projeto que eu acalentei durante dois anos. Havia um interesse muito claro da gestão anterior, mas os dois [Honorilton Gonçalves, vice-presidente artístico, e Hiran Silveira, diretor de teledramaturgia] deixaram seus cargos, foram transferidos para outras função da empresa”, diz Muniz.

Para 2014, o veterano autor tem como projeto o roteiro de um filme, entretanto, ainda não está em negociações com nenhum outro canal.

“Joia Rara” volta a superar audiência de “Além do Horizonte”


 A nova novela das 19h da Globo segue com índices preocupantes de audiência. Nesta quinta-feira (12) não foi diferente, afinal, mais uma vez “Joia Rara” conquistou audiência superior à da produção seguinte.

Escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes, “Joia Rara” teve 0,3 décimos a mais que “Além do Horizonte”, que está no ar há pouco mais de um mês. No entanto, no arredondamento, as duas novelas conquistaram média de 20 pontos.

Essa não é a primeira vez que a novela das seis supera a das sete, entretanto, cabe dizer, não apenas o folhetim das 19h enfrenta problemas de audiência. Nesta semana, a Globo está relançando “Joia Rara” e, além disso, o canal não está exibindo a abertura das duas produções.

Fernanda Montenegro e Nathália Timberg podem formar casal lésbico em nova novela


Fernanda Montenegro, em alta por conta do sucesso do especial “Doce de Mãe”, que lhe rendeu um Emmy, vai voltar à TV com uma série derivada do especial.

Além disso, também já está escalada para a próxima novela dos autores Gilberto Braga e Ricardo Linhares, onde fará parceria com a atriz Nathália Timberg, atualmente em “Amor à Vida”.

E elas serão literalmente parceiras: segundo o jornal “O Dia”, as veteranas atrizes interpretarão um par romântico no folhetim. A novela, no entanto, ainda demora pra entrar no ar.

Antes, a Globo exibe “Em Família”, de Manoel Carlos, e a próxima de Aguinaldo Silva.

Manoel Carlos aceitou escrever última novela em troca de minissérie

 
Manoel Carlos está envolvido com os textos de sua próxima telenovela, “Em Família”, que marca sua despedida da faixa das 21h na Globo.

O autor, que já declarou estar cansado, não pretende abandonar a TV e sim apostar em produções mais curtas. Para aceitar escrever uma nova novela, ele negociou com a emissora.

Depois de “Em Família”, Maneco vai escrever uma minissérie baseada na obra “Vale Abraão”, versão portuguesa para um dos clássicos da literatura, “Madame Bovary”, de Gustave Flaubert.

“O compromisso da Globo comigo é que eu faça uma minissérie que eu pedi para comprar os direitos. Quando eu morava em Nova York, em 2001, fui a uma livraria para ver se tinha alguma coisa em português e só tinha Jorge Amado em espanhol, Guimarães Rosa em espanhol… E tinha alguns livros de Portugal. Um deles me chamou atenção: o Vale Abraão, da Agustina Bessa-Luís, uma extraordinária escritora portuguesa, que está viva. Quando li a contracapa, era uma versão de Madame Bovary, que ela tirou de Paris e da província francesa e botou em Lisboa, na província portuguesa (…) Isso vem desde lá e eu não consigo encaixar na agenda. Mas aí aproveitei que eles queriam uma novela e falei: ‘mas depois… vem a minha série!”, contou o autor, em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”.

“Em Família” estreia em fevereiro de 2014, na sequência de “Amor à Vida”.