sábado, 13 de junho de 2009

Vende-se um véu de noiva: Clipe oficial

Paraíso: Zeca ficará atordoado ao ver Santinha com o hábito de freira.


Não será dessa vez que Maria Rita (Nathalia Dill) e Zeca (Eriberto Leão) ficarão juntos em "Paraíso". Nas cenas que devem ser exibidas na sexta-feira, dia 19, a moça, para convencer Zeca a desistir dela, aparecerá para conversar com o peão vestida com o hábito de freira. O filho do diabo, que estará feliz por, finalmente sua Santinha ter aceitado conversar com ele, levará um susto quando vir o amor de sua vida vestida como as freiras do convento. Fingindo serenidade, Maria Rita tentará mostrar a Zeca que está realizada com a sua escolha e pede para o peão ser feliz. Zeca, por sua vez, ficará atordoado com a visão porque é obrigado a entender que, a partir de agora, o amor do filho do diabo com a Santinha passará a ser mesmo impossível.

Senhora do Destino registra ótima audiência nesta sexta


A novela "Senhora do Destino" registrou excelentes índices de audiência nesta sexta-feira, dia 12 de junho. A trama exibiu o tão esperado capítulo em que a vilã Nazaré conta para a mocinha Isabel que não é a sua mãe biológica.

Segundo dados preliminares, o folhetim escrito por Aguinaldo Silva registrou 24 pontos de média.

Pelo Avesso: Nívea Stelmann vai viver Kátia


Nívea revela que vai viver Kátia, um personagem com caráter duvidoso. Ao lado de Paola Oliveira ela vai fazer muita maldade. “Este papel é irresistível. Tenho certeza de que vocês vão se divertir muito e tomara que fiquem com muita raiva da gente. Gosto muito da Paola”, declara, em seu bloglog.

Como a atriz não vai entrar logo no começo da trama, ela ainda não sabe muitos detalhes sobre seu personagem. “Não posso adiantar muita coisa, porque entro depois do capítulo 13, portanto não tem nada escrito. Mas a Thelma e a Duca (as autoras) foram umas queridas em me oferecer este papel”, conta Nívea.

Com estréia prevista para setembro, a atriz comemora o fato de que suas maldades, a partir do segundo semestre, serão em dose dupla. “Neste segundo semestre, a maldade vai estará muito presente em mim, risos. É que no teatro também vou fazer uma irmã invejosa, malvada, louca, que chega a ser um pouco esquizofrênica”, emenda Nívea, referindo-se ao musical Um Lugar Chamado recanto, com estreia prevista par outubro e ainda terá no elenco o ator Jackson Antunes.
“Por favor, não me odeiem, (risos). Mas eu adoro personagens assim, meio diferentes, quer dizer, aqueles que são distantes de mim. Afinal de contas, desafio é a melhor coisa do mundo”, finaliza Nívea.

Bela, a feia: Silvia Pfeifer é contratada pela Rede Record


A atriz Silvia Pfeifer deixou a Globo e assinou contrato com a Rede Record, informa a coluna Canal 1 deste sábado (13/06).

Ela vai fazer parte do elenco da novela ‘Bela a feia’, onde interpretará a mãe do protagonista, que ainda não foi escolhido. A primeira eliminada de ‘A Fazenda’, Franciely Freduzeski, também passará a fazer parte do elenco de atores da Record.

Vende-se Um Véu de Noiva: saiba quem é quem


A nova novela da faixa das dez do SBT, que estréia no próximo dia 16, terça-feira, chega com grandes pretensões. A autora Íris Abravanel, mulher de Silvio Santos, aposta em um dos grandes sucessos da rádio-novela de Janete Clair na adaptação homônima para a TV.

No lugar de Revelação, que atingia pífios cinco pontos no ibope, Vende-se Um Véu de Noiva é a esperança de decolar a audiência do horário. O objetivo do diretor Del Rangel e da autora Íris Abravanel é que a emissora mostre que também sabe fazer dramaturgia. Mesmo assim, a autora afirma ter os pés no chão, apesar de sentir um certo receio com a responsabilidade de adaptar um texto da autora que foi um dos maiores nomes da teledramaturgia do país. "Comecei há um ano e, de repente, tenho de ampliar um texto como esse. Por mais que a gente tente imitá-la, com muita humildade, é difícil chegar perto da beleza do texto da Janete", pondera Íris.

A trama, escrita originalmente na década de 60 para a Rádio Nacional, chega ao SBT com algumas modificações. Ambientada no litoral de São Paulo, a história agora começa nos anos 80, quando o empresário da indústria de pesca Rubens Baronese, de Nando Rodrigues, conhece Maria Célia, de Thaís Pacholek, e se apaixona. A moça está grávida quando uma prima distante, Eunice, vivida por Samantha Dalsoglio, entra inesperadamente na vida do casal. Eunice carrega Maria Célia para a Ilha do Profeta, onde dará à luz. Mal-intencionada, ela desaparece com o bebê da prima, que morre misteriosamente. "Eunice é uma psicopata que acaba conseguindo se casar com o marido da prima, e tem um filho com ele", adianta Samantha Dalsoglio, intérprete da vilã, na primeira fase da novela.

A partir daí, a história chega nos tempos atuais ainda cercada de mistérios. O bebê de Maria Célia cresce e passa a se chamar Daniel, de Jiddu Pinheiro. Ele foi criado por Rita Vilela, de Tania Bondezan, e tem 28 anos. Sua irmã de criação Eliana, de Dayenne Mesquita, está prestes a se casar com Mário, ainda sem ator definido. Mas ela se apaixona à primeira vista por Gustavo Baronese, de Daniel Alvim, que é o filho de Eunice com Rubens Baronese. Gustavo tenta impedir de qualquer forma o casamento da moça e causa um acidente de carro que acaba matando Mario. Assim, a ex-noiva põe à venda seu véu de casamento. "Ela fica arrasada com sua morte", adianta Dayenne Mesquita. Por conta disso, Gustavo se aproxima de Eliana e os dois ficam juntos. "Esse momento é um grande choque na trama. O personagem passa por fases harmônicas e desarmônicas. Além do mais, ele pode ter uma rejeição do público por conta disso. Vou ter de conduzir muito bem", pondera Daniel Alvim, sempre inquieto.

Já Eunice, na segunda fase interpretada por Elaine Cristina, fica desorientada ao saber que a nova namorada de seu filho é a irmã de criação de Daniel, filho de Maria Célia, que a megera tentou dar sumiço. O diretor Del Rangel garante que a trama vai convencer por ter um texto bem amarrado e cerca de 75% das cenas gravadas em externas, o que contribui com belas tomadas. "Estou obcecado por essa trama e acho que nunca tive um carinho tão grande por um trabalho", empolga-se o diretor.

Além de repetir a autora de Revelação, Vende-se Um Véu de Noiva chega com grande parte do mesmo elenco. Revelação se despede na segunda-feira e a trama adaptada de Janete Clair estréia na noite seguinte. Mas Íris Abravanel garante que os atores têm competência suficiente para conseguir se desvencilhar dos antigos papéis. Outra esperança é que a nova novela do SBT conquiste uma audiência mais ascendente. Caso seja necessário e o ibope não corresponda às expectativas, a autora garante que fará modificações no texto. No entanto, isso não ocorreu em Revelação, que foi gravada de uma vez só e colocada no ar meses depois. "Fazemos novela para agradar o público. Se eles não gostam, vou reescrever. Revelação fincou a bandeira. A televisão vive do hábito e tenho certeza que esta história vai conquistar seu espaço, torce Íris Abravanel.


Quem é Quem - Vende-se Um Véu de Noiva


Núcleo do Complexo Industrial de Pesca:


# Rubens Baronese (1ª fase Nando Rodrigues e 2ª fase Zé Carlos Machado) - O dono de 49% do Complexo Industrial de Pesca é pai de Gustavo e casado com Eunice.
# Cida (Daniela Franco) - No Complexo Industrial de Pesca, é secretária de Rubens Baronese.
# Cora Baronese (Maria Estela) - A dona dos 51% do Complexo Industrial de Pesca é tia de Rubens Baronese. Pensa que Eunice possa ter alguma relação com a morte de Maria Célia.
# Dr. Homero Reis (Marcos Winter) - Começou a carreira no Complexo Industrial de Pesca como office-boy e chegou ao cargo de advogado da empresa. Ganancioso, é capaz de tudo para alcançar seus objetivos.
# Josias (Ernando Tiago) - Casado com Isabel, é barqueiro do Complexo Industrial de Pesca.
# Tobias (Alexandre Bacci) - Ambientalista, investiga um vazamento de óleo no mar pela Fundação Verde da Alemanha.


Núcleo do Família Baronese:

# Maria Célia Baronese (Thaís Pacholek) - Primeira mulher de Rubens Baronese. Apaixonada por arte, é excelente pintora. Recebe em sua casa Eunice Baronese, uma prima que passava por problemas pessoais.
# Eunice Baronese (1ª fase Samantha Dalsoglio e 2ª fase Elaine Cristina) - Manipuladora e maquiavélica, Eunice é prima de Maria Célia e mãe de Gustavo Baronese. Encara sérios problemas quando o filho se apaixona pela filha de Fabrício Vilela.
# Gustavo Baronese (Daniel Alvim) - Filho único de Rubens e Eunice. Bonito, charmoso, sonhador, justiceiro e amoroso. Gustavo e Marize Franco namoram há anos e todos esperam o casamento dos dois.
# Clóvis (1ª fase Gabriel Miziara e 2ª fase Ariel Moshe) - O mordomo de Eunice conhece a patroa desde os tempos de solteira. Serve como capacho dela.
# Maria das Graças (Nábia Vilela) - Empregada da família Baronese, não concorda com as atrocidades que vê acontecendo na casa em que trabalha. Torna-se companheira fiel de Cora.
# Marize Franco (Ana Carolina Godóy) - Filha de um rico advogado da capital de São Paulo é protegida de Eunice Baronese. Segue quase que à risca todos os conselhos da mãe de Gustavo para tentar conquistá-lo.
# Isabel (1ª fase Márcia de Oliveira e 2ª fase Anastácia Custódio) - Casada com Josias, sonha em ter um filho, mas nunca conseguiu engravidar. É ex-empregada da casa dos Baronese.


Núcleo da Cooperativa de Pescadores:


# Cauã Jamba (Velson D'Souza) - Ao contrário do pai, não quer ganhar a vida como pescador. Quer se dar bem sem fazer nada. É filho de Irani e irmão gêmeo de Yasmin.
# Irani Jamba (1ª fase Cristina Rio Branco e 2ª fase Renata Zhaneta) - Mãe de Yasmin e Cauã, é apaixonada por Ulisses, com quem vive há mais de 25 anos.
# Marujo (Douglas Aguillar) - Membro da cooperativa de pescadores da vila, conta pouco sobre si. Guarda mágoa com facilidade.
# Ulisses Jamba (1ª fase Marcelo Batista e 2ª fase Bukassa Kabengele) - Filho de moçambiquenses, segue os costumes da família. É líder da cooperativa dos pescadores. Assumiu os filhos de Irani como se fossem dele.
# Yasmin Jamba (Maristane Dresch) - Filha de Irani e irmã gêmea de Cauã. Ao contrário do irmão, sabe o que quer e adora o pai adotivo.
# Zé Moréia (1ª fase Ronaldo Oliva e 2ª fase Antônio Petrin) - O pescador é famoso pelo temperamento agressivo e arredio. Zé não tem amigos, família ou amantes conhecidas. Apaixonado por Irani, teve seu amor recusado por ela quando eram jovens.
# Walter (Moacyr Franco) - Dono de um restaurante à beira-mar. Ao descobrir que a filha está grávida, a põe para fora de casa.
# Klauss (Guilherme Lopes) - Nascido na Alemanha, foi namorado de Irani na juventude. Nunca soube que a namorada estava grávida dele.


Núcleo da lanchonete Rock'n'Burger:

# Cris (Talita Castro) - Teve de trabalhar duro quando a família perdeu todo o dinheiro que tinha. A dona da Rock'n'Burguer se preocupa com a opinião alheia e sonha em enriquecer novamente.
# Ney (Maurício de Barros) - Trabalha na lanchonete. Romântico, é do tipo de homem que ainda manda flores para as pretendentes.
# Patrícia (Veridiana Toledo) - A descolada garçonete adora falar de homens. Apesar disso, não consegue namorar ninguém.
# Priscila (Janaína Lince) - Também trabalha como garçonete. É sonhadora e encara sem medo seus problemas.


Núcleo da Família Vilela:


# Daniel Vilela (Jiddu Pinheiro) - Esconde dentro de si um amor impossível pela irmã, Eliana.
# Eliana Vilela (Dayenne Mesquita) - A noiva de Mário é filha de Fabrício e Rita. Eliana é uma pessoa simples, educada e trabalhadora.
# Fabrício Vilela (1ª fase Elan Lima e 2ª fase Roberto Lopes) - Pai de Eliana, é casado com Rita e adotou secretamente Daniel.
# Rita Vilela (1ª fase Wanessa Morgado e 2ª fase Tânia Bondezan) - Católica fervorosa, Rita é muito preocupada com a família. Adora a filha Eliana e sempre foi apaixonada por Fabrício. Gosta do filho adotivo Daniel, mas sente algo estranho em seus sentimentos.

sexta-feira, 12 de junho de 2009

SESSÃO ABERTURA: Véu de Noiva

Tudo Novo de Novo: Júlia conhece Letícia


Na sexta-feira, dia 12, às 23h05, no episódio Duas irmãs de Tudo Novo de Novo, da Rede Globo, logo após Globo Repórter, Júlia (Polliana Aleixo) conhece Letícia (Irene Ravache), a ceramista com quem a mãe está trabalhando, e se encanta com a artista. Ao perceber que a relação entre elas será muito próxima, a menina passa a rejeitar Ruth (Arieta Corrêa) e pede para ir viver com o pai.

Também inicia-se uma briga entre Clara (Júlia Lemmertz) e Nanda (Maria Eduarda) por causa do relacionamento da irmã com Otávio (Gustavo Trestini) - que, além de sócio, é cunhado de Miguel (Marco Ricca).

Otávio, que durante 15 anos viveu um casamento feliz ao lado de Lorena (Paula Braun), conta a verdade para a mulher. Arrasado, ele diz que foi a primeira vez que teve um caso extraconjugal e pede para ela não mandá-lo embora, mas Lorena surpreende pedindo que ele vá viver essa nova história.

Paraíso: Beata quer se separar de Antero


Não é segredo para ninguém que Mariana e Antero são bem diferentes um do outro. O que não passaria na cabeça de ninguém é que a beata um dia iria querer se separar do marido. Isso mesmo!

Mariana procura Padre Bento e desabafa: “Eu num quero mais vivê do lado dele, padre! Num quero mais!...”. Padre Bento tenta não dar ouvidos à beata e pede para ela deixar essa ideia de lado, mas ela não arrasta o pé!

“Num é bobagem não, padre! Num é! Eu num quero mais tê que servi aquele excomungado! Num quero!”, reafirma Mariana.

Será mesmo que a beata vai se separar de Antero? Essa cena deve ir ao ar na terça-feira, 16/06.

Caminho das Índias: Yvone vai dar outro golpe. Em Ramiro, e no Brasil


Nem depois de deixar Raul (Alexandre Borges) sem dinheiro e desesperado em Dubai, a golpista e psicopata Yvone (Letícia Sabatella) ficará satisfeita. Ela virá para o Brasil. Mas não apenas para desfrutar da fortuna que roubou. Ela quer mais. Sua nova presa será Ramiro (Humberto Martins), irmão de Raul. Ela é mais esperto, mas, como explica Glória Perez, autora da novela, 'está fragilizado com a doença do filho'. E vai cair na conversa da malvada.

Destaques da sexta-feira, 12/6/2009


Tudo o Que é Sólido Pode Derreter - Cultura, 19h30
Thereza está confusa e não tem coragem de encontrar João Felipe depois do que aconteceu entre os dois. Ela falta na escola e evita falar com ele. Incitada a arrumar a bagunça de seu quarto, descobre velhas fitas de vídeo que a levam acidentalmente a descobrir o universo da escritora Clarice Lispector. Uma vez em contato com “Uma Aprendizagem ou O Livro dos Prazeres”, Thereza entra literalmente dentro do livro, aprendendo e ensinando junto a Lóri, sua protagonista, sobre os processos de auto-descoberta, enquanto espera o momento adequado de rever João Felipe.


Tudo Novo de Novo - Globo, 23h05
Os relacionamentos turbulentos da série Tudo Novo de Novo ganham um novo componente esta noite, com a exibição do episódio Duas Irmãs. No programa, Júlia (Polliana Aleixo) pede para ir morar com o pai (Marco Ricca). O motivo: a relação íntima de sua mãe (Arieta Corrêa) com a ceramista Letícia (a atriz convidada Irene Ravache). É, parece que pintou um clima “L Word” na série brasileira.

Audiência de quinta (11/06)


Malhação - 25

Paraíso - 28

Caras & bocas - 31

Caminho das Índias - 40

Grande família - 32

Força-tarefa - 20

Revelação - 8

Dona Beija - 6

Promessas de Amor - 11

Poder Paralelo - 9

SESSÃO HUMOR: Os Normais

Carolina Dieckmann está confirmada na próxima novela das sete


Dois nomes já estão fechados para elenco, Antônio Fagundes e Carolina Dieckmann que segundo o jornal O Globo eles serão pais e filhos.

Antonio Fagundes interpretará Leal, o dono do prédio futurista onde se passa a trama, e Carolina Dieckmann será Nelinha, a terceira de suas filhas e a prefeirada, que será a mocinha da história estrelando um conturbado romance com Noronha, um dos seguranças que o pai indica para protegê-la.

VALE A PENA LER DENOVO


O rebu foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Globo e exibida de 4 de novembro de 1974 a 11 de abril de 1975, às 22h com um total de 112 capítulos. Escrita por Bráulio Pedroso, foi dirigida por Walter Avancini e Jardel Mello.

Sinopse
O excêntrico milionário Conrad Mahler organiza uma festa em sua mansão no Alto da Boa Vista, bairro do Rio de Janeiro, para recepcionar a princesa italiana Olimpia Boncompagni, de visita ao Brasil. Entre socialites e penetras, gente de todo o tipo. Como o fora-da-lei Boneco, que, ao assaltar uma residência, encontra um convite e vê na festa uma oportunidade para se dar bem. E a jovem Sílvia, que vai à recepção atrás do namorado Cauê.

A noite cintilante da alta sociedade, no entanto, terminaria com um crime passional. Todos os 24 convidados da festa são suspeitos, assim como as outras pessoas que estiveram na mansão durante o evento. Mahler, o anfitrião perfeito, quebra sua rotina festiva e ardilosamente mata a jovem Sílvia, por ciúmes do seu relacionamento com Cauê, que vivia sob sua proteção.

A novela inteira se passava em dois dias: um em que se realizava a festa, e o seguinte, quando ocorria a investigação policial, numa sequência de cenas sem ordem cronológica e sem simultaneidade.

Sua ação foi dividida em três fases: o presente (a investigação do crime); o tempo da festa (o mais atuante); e as informações posteriores de cada personagem (o problema que cada um levou à recepção).


Elenco
Lima Duarte .... Boneco
Bete Mendes .... Sílvia
Buza Ferraz .... Cauê
Ziembinski .... Conrad Mahler
Tereza Rachel .... Lupe Garcez
Yara Côrtes ... Dona Bubu (Maria Angélica de Lara Campos)
Mauro Mendonça .... Álvaro Rezende
Isabel Ribeiro .... Glorinha Rezende
Isabel Teresa .... Ana Lúcia
José Lewgoy .... Carlos Braga
Arlete Salles .... Lídia Braga
Carlos Vereza .... Laio Martins
Maria Cláudia .... Helena Martins
Regina Viana .... Roberta Menezes
Felipe Wagner .... Dr. Davi Menezes
Rodrigo Santhiago .... Kiko
Edson França .... delegado Xavier
Marília Branco .... Princesa Olimpia Boncompagni
Ruth de Souza .... Lurdes

Audiência de quarta (10/06)


Paraíso - 26

Caras & bocas - 31

Caminho das Índias - 42

Promessas de amor - 11

Poder Paralelo - 9

Sinopse de Bela, a feia


Bella tem 26 anos, e não possui nenhum atributo físico que a torne atrativa perante os olhares dos homens. Samantha (Luiza Tome) será mãe de Max (Sergio Hondjakoff), Ludmila (Marcela Barroso) e Bela (Gisele Itie) e será casada com Armando (Raul Gazolla) e ex-esposa de Clemente (Bemvindo Sequeira este é o pai da Bela). Samantha mora em Copabana e despreza Max por ele morar com seu pai Clemente em uma zona portuária. E vai viver às turras com o marido, que tem um estilo mais malandro de viver a vida. Laila Zaid sera Magdalena uma cabeleireira/manicure que faz o tipo “gostosona”, “usa e abusa” de figurinos justíssimos e para lá de curtos, e adora comprar uma briga. Vai trabalhar no mesmo salão de Elvira, de Bárbara Borges, irmã (sabe-se la se é por parte do pai ou de mãe) de Bela, protagonista vivida por Gisele Itiê. Nathalia Guimaraes, Carla Regina (Cíntia), Ildi Silva e Simone Spoladore (Veronica) formam o time de belas mulheres que iram infernizar a vida de Bela. A trama gira em torno de uma produtora de eventos, Ana Roberta Gualda sera Luíza subalterna e acaba levando uns foras, mas nunca abaixa a cabeça, ela trabalha no almoxerifato juntamente com sua melhor amiga Bela. Vanda Alcântara (Denise Del Vechio), casada com Ariosto (Henri Pagnoncellis). Ela vai ter um caso com o personal trainer Diego (Daniel Erthal). É uma mulher rica e muito dinâmica, que fala tudo o que pensa sem nunca perder a classe.

Pelo Avesso: Isabela Garcia será secretária Mari


Isabela Garcia estará na próxima novela das 18h da Globo, chamada Pelo Avesso, que substitui Paraíso.

Ela será Mari, secretária de Alcino, personagem de Carmo Dalla Vecchia. Ainda não há previsão de quando ela começa a gravar a trama.

SESSÃO BRIGAS: Laços de Família

Cinquentinha deverá ter só uma temporada


O autor Aguinaldo Silva só planeja uma única temporada, com oito a dez episódios, para o seriado Cinquentinha, que será protagonizado por Marília Gabriela, Renata Sorrah e Susana Vieira. Segundo o colunista Flávio Ricco, da Tribuna da Imprensa, a Globo deverá escolher um outro escritor se optar por produzir uma nova temporada. Aguinaldo não pretende escrever mais episódios. O programa tem estreia prevista para setembro.

Caras & Bocas ultrapassa 30 pontos e recupera faixa das 19h


Desde que estreou, no dia 13 de abril, Caras & Bocas vem protagonizando uma reviravolta na faixa das 19h da Globo. O folhetim de Walcyr Carrasco subiu em até 6 pontos a audiência da antecessora Três Irmãs e levou a faixa das 19h de volta aos 30 pontos.

Embora Caras & Bocas ainda não seja equiparada aos grandes sucessos Da Cor do Pecado e Cobras e Lagartos, os resultados da novela são bem satisfatórios para a alta cúpula da Globo.

Nesta semana, em que Dafne (Flávia Alessandra/foto) estava prestes a se casar com Nicholas (foto), interpretado por Sérgio Marone, Caras & Bocas quebrou um novo recorde. Na segunda, terça e quarta-feira a trama registrou 31 pontos. Tal audiência já é superior a todos os capítulos de Três Irmãs e de quase todos de Beleza Pura - inclusive o último, que rendeu 30 pontos.

Os bons índices de audiência que Caras & Bocas vem registrando já foram suficientes para o surgimento de inúmeros boatos que sugerem seu prolongamento. Cogitava-se que a novela poderia seguir até janeiro, o que foi negado pela Globo nesta semana. A emissora carioca teve alguns problemas para decidir a substituta, que era disputada por Bosco Brasil e Andréa Maltarolli e com vitória do primeiro. Atualmente o ritmo de pré-produção da próxima novela das 7 está acelerado para que Caras & Bocas não ganhe capítulos extras, o que poderia prejudicar sua média e sua qualidade final.

A receita do sucesso de Caras & Bocas pode ser atribuída a simplicidade e dinamismo de seu texto. Nesta semana já foi ao ar um casamento - frustrado, por sinal - está previsto para ir ao ar outro no capítulo desta quinta-feira, que também não acontecerá. Cenas de drama são substituídas por uma comédia leve e argumentada por um texto bem estruturado, mesmo que não seja apresentada nenhuma situação inédita aos telespectadores.

Caso o cronograma da Globo não seja alterado, Caras & Bocas deverá chegar ao fim no dia 30 de outubro e dará lugar a Bom Dia Frankstein, título provisório da nova novela de Bosco Brasil, que também marcará seu retorno a Globo.

Chitãozinho e Xororó podem ganhar série


A dupla sertaneja Chitãozinho e Xororó tem grandes chances de virar tema de uma microssérie na Globo. Segundo o colunista Flávio Ricco, da Tribuna da Imprensa, o projeto será discutido logo após o término da novela Paraíso, já que os cantores convidaram o autor Benedito Ruy Barbosa para escrever o roteiro. Já aconteceu um primeiro contato com a direção da emissora, que aceitou conversar sobre o assunto.

Os cantores batalham já há um bom tempo para a produção de um projeto mais aprofundado, que mostre os principais momentos de suas carreiras, desde os primeiros passos — em Astorga, no Paraná –, até hoje. Benedito, amigo e conhecedor da história dos dois, está animado com a ideia. Resta esperar pela avaliação final da Globo. Para os irmãos, o ideal é que a microssérie fosse ao ar em 2010, quando estarão completando 40 anos de carreira.

Glória Pires é disputada na Globo


O passe de Glória Pires está sendo disputado por dois grandes autores da Rede Globo. Segundo a colunista Keila Jimenez, do jornal O Estado de S.Paulo, um deles já havia reservado a atriz para sua próxima novela, na faixa das nove, em 2010. O outro a quer para o mesmo horário, só que em 2011. O último personagem fixo de Glória foi em Paraíso Tropical, de Gilberto Braga.

Record anuncia últimas semanas de Bicho do Mato


A Record já se prepara para finalizar a reprise de Bicho do Mato em suas tardes. As chamadas anunciando as últimas semanas já estão sendo exibidas em alguns intervalos comerciais.

Caso não haja nenhuma alteração no cronograma da emissora, Bicho do Mato deverá chegar ao fim no próximo dia 3. Dessa forma, a reprise que começou a ser veiculada no dia 16 de março, terminará com pouco menos de 80 capítulos. Na versão original, exibida em 2006, foram 212.

Desde sua reestreia Bicho do Mato vem enfrentando problemas de audiência. Mesmo após algumas mudanças feitas pela Record, seu Ibope não subiu. Outro agravante é que o folhetim, diferente da antecessora Prova de Amor, não tem um bom desempenho em outras praças do Brasil. Tal fator também pode ter contribuído na decisão da emisssora de Edir Macedo.

Dessa forma, a faixa de reprises contínuas da Record será fechada mais uma vez. No dia 5 de julho estreia o programa de Geraldo Luís, que irá mesclar jornalismo com variedades.

TELETEMA: América

Review: Força Tarefa 1x09 - Apartamento 126


Não é perseguição, juro, mas, como comentarista de séries não posso deixar passar em branco as mancadas cometidas no Força Tarefa. Todo episódio tem um original a ser comparado. Dessa vez (até Bete percebeu! rssss) eles se espelharam no Duro de Matar. O Tenente Wilson, no seu ofício fake de taxista, pegou na saída de um presídio, o colombiano Diego Motiz, uma espécie de laranja do traficante Jorge Sanches.

Wilson revela sua identidade de policial e tenta forçar Diego a falar o que sabe sobre Sanches. Os dois são surpreendidos por um grupo de assaltantes que os levam para o prédio de Diego onde o resto da quadrilha já mantinha preso um grupo de moradores. Bom, a partir daí o episódio virou uma réplica do filme “Duro de Matar”. Os bandidos não sabiam que Wilson era policial e ele se misturou aos moradores. Um dos assaltantes, o policial Leandro (Paulo Miklos), na verdade, conhecia a história do Diego e estava atrás do dinheiro do Sanches. Ele pegou o colombiano e subiu para revistar o apartamento do cara. Outro bandido, Jacaré (Leandro Firmino), subiu levando Wilson (sabe-se lá por que) para procurar outros moradores.

Enquanto isso, Selma, Irineu e Jorge (policiais da corregedoria) invadiram o prédio anunciando que eram policiais e estavam procurando um amigo. Os bandidos renderam o trio e tentaram avisar Jacaré. Depois disso, o Dèjá Vu ficou mais claro. O Tenente Wilson, no melhor estilo John McClane, saiu dando cabo dos bandidos um por um. Teve até a cena do elevador. Tentaram disfarçar, mas ficou bastante claro mais um plágio!

No apartamento do Diego, Leandro, usando um taco de golfe, saiu quebrando a parede à procura do dinheiro do Sanches. Quando ele, enfim, golpeou o lugar certo, no apartamento do lado, uma senhora que empunhava uma arma atirou nele. A propósito: Fernando Bonassi e Marçal Aquino assinam o roteiro. Falei!

Brasil Produz duas Séries com Temática Gay


Duas séries, apontadas como as primeiras a focar a temática gay no Brasil, estão em fase de produção no Rio de Janeiro. A primeira é "Farme 40º", criada e dirigida por Caesar Moura, e a segunda é "CaRIOcas", de André Mello em parceria com o produtor americano Robert Rave.

Ambas são dramédias. A primeira produção gira em torno de quatro amigos que moram Ipanema e freqüentam dois conhecidos points, a Rua Farme de Amoedo, daí vem o título, e o Posto 9 da praia de Ipanema. No elenco Alexsandro Palermo, Gerônimo Granja, Caesar Moura, entre outros.

Já o segundo acompanha as trajetórias de vários personagens, entre eles um gay expulso pelos pais que não aceitam a homossexualidade do filho; um jogador de vôlei que não assume sua orientação sexual porque por lhe trazer conflitos com o patrocinador do time; e um homem casado que leva uma vida dupla. No elenco de "CaRIOcas" estão Sérgio Menezes, André Mello, Marcello Melo Jr., Luciano Sant'Anna, Rejane de Moraes, Dionis Tavares, Laíze Ramos, João Victor Lima, Élane Gonçalo e Aline França.

As duas séries ainda não têm canais de TV definidos para exibição, mas as produções estão em contato com os canais a cabo GNT e Multishow para tentar viabilizar um espaço na grade.

Abaixo, trailer da série "caRIOcas" e "Farme 40º":


caRIOcas


Farme 40 graus

TV Cultura Abre as Portas à Produção Seriada


Todos nós temos a consciência de que o Brasil tem um enorme potencial para desenvolver séries de TV. Uma gama de temas relacionados à cultura, política, economia, sociedade, diferenças e ideologias são inexplorados a cada ano que passa.

Restrita à produção vai-e-vem de quatro canais abertos (Globo, Record, SBT e Cultura), à produção esporádica de quatro fechados (GNT, HBO, Canal Brasil e Multishow - parece que a MTV vai entrar na lista), e a parcos investimentos de canais locais que não tem alcance nacional, as séries brasileiras não conseguem criar um filão e, conseqüentemente, se estabelecer e evoluir.

Atualmente vivemos um novo "boom" na produção de séries brasileiras. Mas ele não ocorre porque os canais acreditam no formato, e, sim, porque estão assustados com o nível cada vez maior do interesse do brasileiro pelas séries estrangeiras. Tentando recuperar o público perdido, os canais apostam na produção seriada. Visto se tratar de uma produção com base nas mudanças de humor do público, será que a séries brasileiras vão continuar por tempo indeterminado, ou estamos vivendo um novo vai-e-vem? Daremos tempo ao tempo.

Para piorar a situação, as produções nacionais que existem na TV aberta são restritas aos canais, que não abrem as portas para novos profissionais ou para a produção independente, com algumas exceções entre um projeto e outro. Trabalham sempre com os mesmos roteiristas e diretores, não há renovação. Para onde vão os novos profissionais? Com certeza para produtoras independentes ou para fora do país. O desperdício televisivo brasileiro das grandes emissoras já se tornou clássico tanto para quem atua nele, quanto para quem está de fora, só olhando o bonde passar.

Mas, toda esta introdução foi só um desabafo. O post na verdade se refere às novas produções do projeto Mais Cultura. Vamos a ele!

Já faz algum tempo que a Cultura vem investindo mais freqüentemente na produção dramatúrgica. Em geral limitada à telefilmes, teleteatros e minisséries, o canal teve ao longo dos anos algumas experiências na área de séries de TV.

Mas querem mais. Seja pela nova onda brasileira em torno da produção seriada estrangeira ou seja por reconhecer o potencial deste formato para atingir o público alvo, o fato é que está em andamento a produção de oito pilotos que passarão por um processo de seleção. Destes, três serão escolhidos para se transformarem em séries. O mais importante: a produção é independente.

Com apoio do MinC - Ministério da Cultura e em parceria com a TV Brasil, o canal realizou um edital de seleção de projetos de desenvolvimento e produção de teledramaturgia seriada para TVs públicas, através do programa Mais Cultura, lançado em novembro de 2007. Foram convocados a participar cineastas e sonhadores que desejassem uma oportunidade de ver seu trabalho produzido.

A banca julgadora, formada pelos profissionais Roberto Moreira, Esther e Cao Hamburger, Antônio Carlos Fontoura e Berenice Mendes, selecionaram 20 projetos semi-finalistas dos 225 inscritos. Dos 20, foram escolhidos 8 projetos finais.

No entanto, durante a coletiva à imprensa, o representante do Ministério da Cultura, Alfredo Manevy, se comprometeu junto aos participantes se esforçar para arrecadar financiamento para a produção de todos os projetos selecionados.

Agora, as produtoras responsáveis pelos oito projetos finalistas receberão 250 mil reais para desenvolver o projeto proposto. Trata-se da produção do piloto que será submetido a uma nova avaliação. Os oito serão exibidos nas TVs públicas como especiais e submetidos a uma análise de potencial de público. Somente então serão escolhidos três pilotos para serem transformados em séries de TV com 13 episódios de 26 minutos cada a um orçamento de 2.6 milhões de reais.

O objetivo do Mais Cultura é produzir séries de TV com temáticas voltadas ao adolescente e sua realidade brasileira das faixas C, D e E. Espera-se que esta seja a primeira, e não a única, edição do projeto para seriados de TV.

Os pilotos selecionados são:

Título: Elvis e o Cometa
Autor: Leonardo Garcia
Produtora: Mínima Concepção e Produção Visual
Local: RS
Enredo: A queda de um meteorito destrói a casa e a moto de Elvis - seu instrumento de trabalho. O fenômeno acaba por causar profundas mudanças na vida dos personagens do bairro.

Título: A Passagem
Autor: Augusto Geraes
Produtora: Televisão Profissional
Local: RJ
Enredo: Três jovens em busca de um final de semana cheio de aventuras sofrem um acidente na estrada, se perdem ao buscar socorro e misteriosamente não conseguem mais retornar.

Título: Alfavela
Autor: Cláudio Lobato Santos
Produtora: Uh Tererê Diversão e Arte
Local: RJ
Enredo: A favela e seus personagens através da visão de Lan, um alienígena que cai na Rocinha e é confundido pelos moradores como um estrangeiro com amnésia.

Título: 3%
Autor: Pedro Aguilera Fernandes
Produtora: Maria Bonita Produções
Local: SP
Enredo: um mundo não realista onde competição por trabalho está institucionalizada em um processo cruel. Apenas 3% dos jovens são bem sucedidos e o processo seletivo os coloca em situações limites de humilhação, medo, estresse e dilemas morais.

Título: Vida de Estagiário
Autor: Allan Sieber
Produtora: Neoplastique Entretenimento
Local: SP
Enredo: As aventuras e desventuras de Oséas, estudante e estagiário em uma agência de publicidade. Peripécias e ironias, humilhação, sadismo, malandragem e a ginástica para enfrentar a falta de dinheiro.
Título: Natália
Autor: André Alberto Pellenz
Produtora: 30 Pés Filmes
Local: RJ
Enredo: a transformação na vida de uma jovem de periferia do Rio de Janeiro em sua absorção no mundo da moda e do mass midia.

Título: Brilhante Futebol Clube
Autor: Christiano Ribeiro Pereira
Produtora: Radar Cinema e Televisão
Local: SP
Enredo: a criação de um jovem time de futebol feminino em uma cidade do interior do Brasil.

Título: Pulo do Gato
Autor: Alam Miranda da Silva
Produtora: A Ilha Filmes Locações e Produções
Local: BA
Enredo: conflitos comuns a jovens como dificuldades econômicas e dsestrutura familiar, retratados em meio ao ambiente da capoeira.

Datas de Estréias de séries, novelas e minisséries


07 de Junho
Unidos do Livramento (minissérie - estréia - Cultura)

16 de Junho
Vende-se um véu de noiva (novela - estréia remake - SBT)

01 de Julho
Amorais (série - estréia - Canal Brasil)

02 de Julho
Som e Fúria (série - estréia - Globo)

05 de Julho
O Amor Segundo B. Schianberg (minissérie - estréia - Cultura)

02 de Agosto
João Miguel (minissérie - estréia - Cultura)

30 de Agosto
Trago Comigo (minissérie - estréia - Cultura)

Setembro
Viver a Vida (novela - estréia - Globo)

Sem data ou emissora definida
CaRIOcas (série)
Farme 40 graus (série)

Cultura Estréia Minissérie com Base em Machado de Assis


A TV Cultura estreou no dia 7 de junho, uma nova minissérie às 22h. Trata-se de "Unidos do Livramento", produção em quatro episódios que foi escrita com base em alguns contos de Machado de Assis.

A narrativa segue o personagem Damião, do conto "O Caso da Vara", um ex-seminarista que abandonou a vida religiosa para poder pecar à vontade. Ele transita entre as demais histórias adaptadas dos contos de Assis, "Uns Braços", "A Missa do Galo" e "A Cartomante". Com roteiro de Renata Pallottini, a minissérie é dirigida por Maucir Campanholi e faz parte do projeto Direções, em parceria do canal com o SescTV.

Esta é a terceira versão do projeto Direções. A primeira teve 16 histórias produzidas; a segunda teve oito histórias. Nos dois primeiros projetos, o formato narrativo utilizado foi o do teleteatro, ou telefilme, dependendo da opção do diretor. Esta terceira versão do projeto traz o formato minisséries. Foram selecionados três diretores de teatro e três de cinema para desenvolverem o conteúdo do projeto com o objetivo proporcionar um novo rumo de teledramturgia para o canal.

Além de Campanholi, também fazem parte desta versão do projeto os diretores Rodolfo Garcia Vázquez, que apresentou "Além do Horizonte"; Eliane Caffé, que já apresentou "Os Loucos do Viaduto"; André Garolli, com "João Miguel", adaptação do livro de Rachel de Queiroz que tem estréia prevista para o dia 2 de agosto; Tatá Amaral, com "Trago Comigo", com previsão de estréia para o dia 30 de agosto; e Beto Brant, com "O Amor Segundo B. Schianberg", com estréia prevista para o dia 5 de julho.

A minissérie "Unidos do Livramento" é estrelada por André Fusko, Sandra Corveloni, Amanda Acosta, Barbara Paz, Lorena Nobel, Georgette Fadel, Hélio Cícero, Luiz Serra, Oswaldo Mendes, Douglas Simon, Eduardo Semerjian, Edson Montenegro, Virgínia Buckowski, Ana Flávia Cavalcanti Ribeiro, Rafaela Puopolo, Fernando Oliveira do Nascimento e Guilherme da Conceição. Também conta com as participações especiais de Jean Garfunkel e Dirce Couto.

quarta-feira, 10 de junho de 2009

TRILHA SONORA: O Rebu

Nacional


01. COMO VOVÓ JÁ DIZIA - Raul Seixas
02. PORQUE - Sônia Santos
03. PLANOS DE PAPEL - Alcione
04. CATHERINE - Orquestra Som Livre
05. MURUNGANDO - Betinho
06. O REBÚ - Orquestra Som Livre (tema de abertura)
07. SALVE A MOCIDADE - Elza Soares
08. UM SOM PARA LAIO - Raul Seixas
09. SE A RÁDIO NÃO TOCA - Fábio
10. ÁGUA VIVA - Raul Seixas
11. TEMA DANÇANTE - Orquestra Som Livre
12. VIDA A PRESTAÇÃO - Trama
13. SENHA - Orquestra Som Livre
14. TRAMBIQUE - João Roberto Kelly


ÁGUA VIVA - Raul Seixas


Internacional


01. LE PREMIER PAS - Claude-Michel Schomberg
02. THE BITCH IS BACK - Elton John
03. SWEET WAS MY ROSE - Velvet Glove
04. WORKING IN THE HACIENDA - Daniel Santacruz Ensemble
05. ANIMA MIA - I Cugini Di Campagna
06. I WANTED YOU - Hudson Ford
07. STICKS AND STONES - Moon Williams
08. MAKE IT EASY ON YOURSELF - Oscar Toney Jr.
09. PARTY FREAKS - Miami
10. YOU ARE A SONG - Jim Weatherly
11. GOODBYE IS JUST ANOTHER WORD - Lobo
12. SWANEE - Al Morrison
13. THE TROUBLE WITH HELLO IS GOODBYE - Sergio Mendes & Brazil 77
14. BIRD OF BEAUTY - Stevie Wonder


SWEET WAS MY ROSE - Velvet Glove

Paola Oliveira será a vilã da próxima novela das seis


Atualmente no ar no quadro “Dança dos Famosos”, do “Domingão do Faustão”, da Globo, Paola Oliveira será a grande vilã de “Pelo Avesso”, título provisório da próxima novela das seis da emissora. Na trama, escrita por Duca Rachid e Thelma Guedes, ela será Verônica, mulher de Gustavo, de Marcos Palmeira, o protagonista.

A trama tem direção de Ricardo Waddington e supervisão de João Emanuel Carneiro.

Atual temporada de “Malhação” vai acabar em outubro


A Rede Globo pensa em antecipar o final da atual temporada de “Malhação” para o mês de agosto. Isto normalmente acontece em janeiro, mas a direção da casa vai trocar a autora Patrícia Moretzsohn por Ricardo Hofstetter, responsável pelo maior sucesso da novelinha em 2004.

A direção também vai mudar, sai Marcos Paulo e entra Mário Márcio Bandarra.

Paraíso: Zeca vai ao convento buscar Santinha


Antes de se casar com Rosinha, Zeca tomou uma decisão: tentar pela última vez fazer com que Maria Rita desista de ser freira. O peão arrumou as malas e partiu para o Rio de Janeiro atrás do seu amor. Chegando à cidade maravilhosa, Zeca vai ao convento onde está Santinha. O peão é recebido pela Madre Superior, que já conhece sua história.

“O filho do diabo em pessoa”, dia a madre ao conhecer Zeca, que se espanta.
Após uma breve conversa sobre a história de amor dos dois, Zeca avisa: “O pai dela me deu o endereço daqui, prá que eu a levasse de volta comigo!... Ele está do meu lado”.
A madre registra o que Zeca acabara de dizer, achando graça na determinação dele e o repreende. “Ela só vai sair daqui se essa for a vontade dela, José Eleutério! Só assim...”.

Será que Zeca vai desistir de tirar Santinha de lá? Para saber, fique ligado nos próximos capítulos de Paraíso! Essas cenas devem ir ao ar a partir de segunda, 15/06.

Caras e Bocas: Exposição de Denis é um sucesso


Chega o dia da exposição de telas do Denis (Marcos Pasquim) e a grande chance de Dafne (Flávia Alessandra) e Simone (Ingrid Guimarães) salvarem a galeria, que está cheia de dívidas. Para a felicidade das sócias, a vernissage é um sucesso e todas as peças são vendidas. Estas cenas de Caras & Bocas, novela que a Rede Globo exibe logo após os telejornais locais, devem ir ao ar nesta sexta-feira, 12, a partir das 19h15.

Apesar do sucesso, os problemas não desaparecem. Um deles é que Edgar (Julio Rocha), namorado de Simone(Ingrid Guimarães), cortou os custos e reduziu a quantidade de bebida da festa sem comunicar as donas da galeria. Quando a bebida está prestes a acabar, Dafne (Flávia Alessandra) se vê obrigada a pedir ajuda a Gabriel (Malvino Salvador). Os dois vão até o bar e o clima entre eles esquenta.

Laís (Fernanda Machado), que ficou na galeria, é entretida por Vicente (Henri Castelli) e Nicholas (Sergio Marone), mas a moça não tira Gabriel (Malvino Salvador) da cabeça e começa a ficar aflita com a demora do noivo. Quando Dafne (Flávia Alessandra) e Gabriel (Malvino Salvador) voltam para a festa, Laís (Fernanda Machado) logo desconfia do cabelo despenteado da dona da galeria, mas ela tem uma desculpa na ponta da língua e consegue despistar a noiva de Gabriel (Malvino Salvador).

Enquanto isso, Denis (Marcos Paquim) aproveita seu momento de glória, afinal, a imprensa é só elogios a seu trabalho e nem imagina que o verdadeiro artista é um chimpanzé.

E apesar do sucesso da exposição, o dinheiro da venda dos quadros não entra na conta da galeria. Edgar (Julio Rocha) alega que usou os recursos para quitar dívidas antigas, deixando Dafne (Flávia Alessandra) em uma situação bem complicada, pois seu prazo para pagar Judith (Deborah Evelyn) está se esgotando.

Cenas da minissérie Decamerão - A Comédia do Sexo são gravadas no Rio Grande do Sul


Foi em meio aos parreirais da Serra Gaúcha, em um ambiente que remete à imigração italiana do século XIX, que os quatro episódios da minissérie Decamerão - A Comédia do Sexo foram gravados. O programa, que já teve um especial exibido na Rede Globo no dia 02 de janeiro, reuniu elenco e equipe dos dias 03 a 29 de maio para as filmagens.

O texto, inspirado nos contos do escritor Giovanni Boccaccio, traz a história de sete típicos personagens da Commedia dell´arte. O patrão Tofano (Matheus Nachtergaele), sua esposa Monna (Deborah Secco), o falso padre Masetto (Lázaro Ramos), os criados Tessa (Drica Moraes) e Calandrino (Edmilson Barros), e o romântico casal em crise Filipinho (Daniel de Oliveira) e Isabel (Leandra Leal) se entrelaçam em histórias que têm como elementos principais o amor e o riso.

Há, ainda, a participação especial da personagem Belisa (Fernanda de Freitas), prima de Isabel, que chega de Paris, e do Abade (Nelson Diniz), que tenta desmascarar o falso padre, para incrementar as aventuras da trupe. Tudo isto bordado por um roteiro escrito em versos.

- A tradição do verso popular no Brasil é muito rica. Há uma tendência do realismo naturalista e eu queria ir para o lado oposto, criando algo mágico. Os diálogos construídos em versos estabelecem esta fronteira com o realismo. É uma fábula completa - conta o diretor Jorge Furtado.

Para palco deste conto, foram escolhidas duas locações nos arredores das cidades de Farroupilha e Garibaldi, no Rio Grande do Sul. A primeira delas, onde estão a casa de Tofano (Matheus Nachtergaele) e de seus criados, se fixa na Vila Jansen. Este distrito de Farroupilha abriga um dos ponto turísticos do local, o Caminho das Pedras, e é conhecido por reunir edificações que datam de 1800. Já em Garibaldi, as gravações aconteceram dentro de um sítio de descendentes de colonos italianos. O local está sendo projetado para ser um museu iconográfico do século XIX e, por isso, as casas da época, até então deterioradas, foram restauradas. Lá, foram feitas cenas no comércio de Filipinho (Daniel de Oliveira), na ferraria, na igreja de Masetto (Lázaro Ramos), na lagoa e no riacho.

- Embora todo o ambiente remeta a este período, no entanto, o programa não tem compromisso temporal - conta Jorge Furtado.

As gravações, feitas em parceria com a Casa de Cinema de Porto Alegre, foram todas realizadas em película, em rolos de 16 milímetros. Para estruturar o projeto, foram necessárias oito toneladas de equipamentos, 55 funcionários e 80 figurantes, todos habitantes da região.

Decamerão - A Comédia do Sexo é uma co-produção da TV Globo com a Casa de Cinema de Porto Alegre. Inspirado na obra de Giovanni Boccaccio, a série tem textos de Jorge Furtado, Guel Arraes, Carlos Gerbase e Adriana Falcão e direção de Ana Luiza Azevedo e Furtado, que assina a direção geral e o texto final.

SESSÃO CHAMADAS: A Justiceira

Globo lança dvd de Casos e Acasos


"Casos e Acasos" é o nome de uma das mais criativas e surpreendentes séries já lançadas pela TV Globo no últimos anos. Inserido na programação da emissora em 2008, o programa se transformou numa boa opção de entreterimento e humor para os telespectadores na noites de quinta-feira.

O grande destaque da série reside no fato dela ter conseguido desenvolver uma nova linguagem comunicativa que estrutura as estórias dos episódios de uma forma nada convencional: "Casos e Acasos" apresenta três estórias, de personagens distintos, que se cruzam, sempre num desfecho surpreendente.

As tramas que se entrelaçam revelam curiosos reencontros e envolventes casos e acasos, com um elenco diferente em cada episódio. Vale a pena conferir esse lançamento e relembrar os melhores episódios dessa série empolgante e desafiadora!

CD Caras & Bocas


01. CARAS & BOCAS - Chicas (tema de abertura)
02. CECY BOM - Rita Lee (tema geral)
03. MEU SONHO - Os Paralamas do Sucesso (tema de Nicolas)
04. QUANDO - Myllena (tema de Nicolas e Milena)
05. UM DIA DE DOMINGO - Ana Carolina e Celso Fonseca (tema de Anita e Anselmo)
06. MAIS UMA VEZ - Marisa Monte (tema de Dafne)
07. VEM ANDAR COMIGO - Jota Quest (tema de Denis)
08. É SÓ VOCÊ QUERER - Elba Ramalho (tema de Laís)
09. SIMPLESMENTE MULHER - Silvia Machete (tema de Léa)
10. SAUDADE DA BAHIA - Moinho (tema do núcleo dos baianos)
11. VEM NA MINHA - Kelly Key (tema de Bianca)
12. AMOR PARA SEMPRE - Gé Cardoso e Lilach Davioff (tema de Tatiana e Benjamim)
13. NADA ALÉM - Frejat (tema de Gabriel)
14. NO ORDINARY LOVE - João Pinheiro (tema de Simone)
15. ANTES DE VOCÊ - Titãs (tema de Vicente)
16. VIDA - Padre Fábio de Melo (tema geral)
17. TE AMO - Wanderléa (tema de Dafne e Gabriel)
18. DE VOLTA AO PLANETA DOS MACACOS - Jota Quest (tema de Xico)
19. ALÉM DO PARAÍSO - Jussara Silveira (tema de Judith)

Caminho das Índias: Raj expulsa Maya de casa


Bem agora que Maya (Juliana Paes) descobriu que pode amar Raj (Rodrigo Lombardi) verdadeiramente, tudo começará a dar errado para o casal em Caminho das Índias. Ao descobrir que Niraj não é seu filho verdadeiro, o indiano não perdoa a mulher e a expulsa de casa.

Além de ficar sem teto, Maya também não terá mais o filho em seus braços, de acordo com informações da revista Tititi desta semana. Surpreendentemente, Opash (Tony Ramos) vai querer criar a criança em sua casa, mesmo sabendo que o bebê é filho de um intocável, Bahuan (Márcio Garcia).

Ao descobrir a traição da mulher, Raj vai se empenhar em reconquistar o amor de Duda (Tania Khalill), deixando Maya arrasada. Ele também acabará descobrindo que tem um filho com a brasileira, o que facilitará a reaproximação. É Bahuan quem conta sobre o bebê a Raj, para afastá-lo de Maya.

A indiana enfrenta todo o sofrimento em silêncio. Antes dessa reviravolta, na visita que faz ao Brasil, esta semana, ela descobre que Raj teve um filho com a namorada brasileira, mas não conta nada a ninguém. Maya percebe tudo quando sai do apartamento de Duda depois de elas discutirem sobre mensagens de celular que, na verdade, foram enviadas por Surya (Cléo Pires). Na portaria do prédio, Maya observa um bebê no carrinho e a babá diz: "O nome dele é Tony, Antonio Niraj". A indiana, então, tira suas conclusões.

No Rio, o casal Raj e Maya passará pelo constrangimento de encontrar Duda e o namorado, Lucas (Murilo Rosa), na praia, em cenas gravadas nesta quinta-feira (04/06) e que vão ao ar quinta-feira (11/06). Eles estão com o pequeno Niraj, mas Raj ainda não desconfia de nada.

Antonio Fagundes pode protagonizar Bom Dia Frankenstein


O ator Antonio Fagundes poderá protagonizar Bom Dia Frankenstein, novela de Bosco Brasil, que vai substituir Caras & Bocas no horário das sete da Globo. Segundo informações da coluna Canal 1, o ator já conversou com a direção da emissora e o assunto está bem encaminhado.

O último trabalho de Fagundes na emissora foi uma participação especial na trama das seis Negócio da China, escrita por Miguel Falabella. Antes, ele foi Juvenal Antena em Duas Caras.

Promessas de Amor: Rafael Calomeni é Órion


Em Promessas de Amor, da Record, o ator Rafael Calomeni irá interpretar o vilão Órion.

Ele é um mutante superpoderoso, com cérebro de máquina, enviado do futuro para derrotar Valente (Marcos Pitombo) a Liga do Bem. As primeiras cenas do ator foram gravadas na Praia do Grumari.

SESSÃO BEIJO: Belíssima

Justiça quer "Senhora do Destino" fora do ar em 5 dias


O Ministério de Justiça decidiu que a trama não é recomendada a menores de 12 anos e só poderia ser exibida após as 20h.

A novela "Senhora do Destino", exibida no "Vale a Pena ver de Novo" da TV Globo, nas tardes de segunda a sexta-feira, será obrigada a sair do ar em cinco dias úteis. O diretor Davi Ulisses Brasil Simões Pires, do Ministério de Justiça, considerou que a trama não foi adequada ao horário e, portanto, só poderia ser exibida após as 20h.
Em despacho publicado no Diário Oficial da União, na terça-feira, o diretor informa que a novela atualmente é classificada para maiores de 10 anos, mas não está de acordo com as especificações do Ministério para essa faixa.

Segundo o texto, a Globo foi advertida em duas ocasiões de que o conteúdo não obedecia a classificação e teve 30 dias para se adequar, o que não aconteceu, na visão do diretor. Por isso, ele classificou a trama de Aguinaldo Silva "não recomendada para maiores de 12 anos por conter assassinato, agressão física e verbal e linguagem de conteúdo sexual."

A decisão deve ser acatada em cinco dias úteis a partir da publicação do despacho no Diário Oficial da União, o que foi feito na terça-feira. A Globo deve recorrer da decisão.

O rebu: 120 capítulos em 12


Carlos Lombardi vai reescrever “O rebu” para a Globo. A novela de Bráulio Pedroso foi ao ar entre novembro de 1974 e a abril de 1975 e teve quase 120 capítulos. Lombardi vai transforma-la numa série em doze episódios. A história girava em torno de um assassinato ocorrido numa festa e a ação se passava num perído de 24 horas. Moderno, não?

'O rebu' teve um romance gay (sem beijo). No elenco, Bete Mendes, Buza Ferraz, Ziembinski, Tereza Rachel e outros grandes atores. O seriado de Lombardi é um projeto por enquanto.

Manoel Carlos e diretor se estranham; autor nega


Há comentários no Projac de que não é das mais amigáveis a convivência entre autor e diretor de "Viver a Vida", próxima novela das oito da Globo. Jayme Monjardim estaria chateado porque Manoel Carlos o teria deixado quase de fora na escalação do elenco. "A escalação das minhas novelas, há mais de 20 anos, quem faz sou eu com o diretor. Portanto, eu não estou assumindo nada em lugar do Jayme", disse Manoel Carlos à coluna. "Eu participo ativamente (e bota ativamente nisso!) de escalação de elenco, escolha da trilha sonora, aprovação de cenários e figurinos etc. Tudo harmoniosamente em dupla com os diretores", completou o autor da Globo.

Saiba tudo sobre Vende-se Um Véu de Noiva


O SBT estreia na próxima terça-feira (16/06) a sua nova novela, ‘Vende-se Um Véu de Noiva’, com adaptação de Iris Abravanel, baseada na obra homônima de Janete Clair. Com direção geral de Del Rangel, a trama, com 30 personagens fixos e previsão de 188 capítulos, traz uma nova estética visual à teledramaturgia do SBT.

A autora encarregada de adaptar o folhetim de Janete Clair, diz que ‘Vende-se Um Véu de Noiva’ está sendo produzida com qualidade de cinema e destaca também que o público não verá uma trama óbvia. “A novela está sendo muito bem trabalhada, com qualidade de cinema. Com esta nova fase teledramatúrgica do SBT o público terá grandes surpresas. A trama não é óbvia. Conduziremos a história de uma forma que o telespectador será surpreendido a cada momento pelo inesperado”, constata Iris Abravanel.

Janete Clair teve a inspiração para escrever a novela ao ler anúncio publicado em um jornal carioca: “Vende-se Um Véu de Noiva”. Uma das obras que consagrou a autora como uma das novelistas mais importantes do cenário brasileiro, a trama foi escrita a partir de uma curiosidade. Também foi Janete Clair a única autora que chegou a conquistar 100% do Ibope. “Realizei uma pesquisa profunda sobre a vida de Janete Clair e vejo que estou com uma imensa responsabilidade em minhas mãos, pois ela é considerada a maior novelista do Brasil”, explica Íris Abravanel.

O SBT detém os direitos da obra radiofônica de Janete Clair (30 textos), e “Vende-se Um Véu de Noiva” será o primeiro folhetim adaptado pela emissora. Íris afirma ter se identificado com o roteiro da trama por imediato. Para que fosse possível realizar a adaptação para a televisão -o original não dispõe de números de personagens necessários para a construção de uma teleficção-, algumas modificações tiveram que ser feitas; personagens novos e soluções dramatúrgicas mantiveram os grandes pilares da trama da autora.

As situações da época em que Janete Clair escreveu “Vende-se Um Véu de Noiva” também foram adaptadas para a nossa atualidade. “A novela está com uma linguagem contemporânea. Como a trama se passa no litoral paulista, precisamente no Guarujá, criamos alguns personagens, mas sempre obedecendo a linha criativa da autora”, conta Iris Abravanel.

De acordo com o diretor Del Rangel, a trama trata o drama com novas saídas, sem maneirismo ou fórmulas prontas. “Sobretudo, Janete (Clair) escreve sobre a complexidade do homem, do conflito humano. A obra dela representa a vida! Iris (Abravanel) tem um trabalho árduo. Ela está praticamente reescrevendo o texto. É um projeto extremamente audacioso”.

As locações
Gravada em Guarujá, no litoral de São Paulo, as externas da novela estabelecem uma forte relação com a cultura e universo dos pescadores. A história aborda questões polêmicas e atuais, como a preservação da fauna marinha, biodiversidade e poluição das águas, fazendo que tenha um tom totalmente ecológico.

A trama
A história da novela dispõe de vilões e mocinhos que dão vida à história intrincada de drama, suspense, romance e humor. A vilania interpõe-se desde o primeiro capítulo. Empresários visionários, uma elite insensível, classes desfavorecidas, amizades por interesse e batalhas por amor são ingredientes que estarão presentes na nova novela do SBT.

Primeira Fase
“Vende-se Um Véu de Noiva” tem início na década de 80 com o romance de Rubens Baronese (Nando Rodrigues) e Maria Célia (Thaís Pacholek), que está grávida. Ele é um jovem empresário destemido e ela uma pintora sensível e talentosa.

O casal mora em uma mansão no litoral paulista com a tia do rapaz, Cora Baronese (Maria Estela). Às vésperas do nascimento do primeiro filho do casal, Eunice (Samantha Dalsoglio), prima de Maria Célia (Thaís Pacholek), entra inesperadamente na vida do casal.

Apesar da alegria de Maria Célia (Thaís Pacholek) ao reencontrar sua prima, a presença de Eunice (Samantha Dalsoglio) incomoda Cora (Maria Estela). A tia de Rubens Baronese (Nando Rodrigues) percebe que Eunice (Samantha Dalsoglio) está mal intencionada e tenta alertar o sobrinho a não deixá-la morar em sua casa.

Eunice (Samantha Dalsoglio) planeja levar Maria Célia (Thaís Pacholek) para a Ilha do Profeta. Por lá, nasce o filho de Maria Célia (Thaís Pacholek) pelas mãos da criada Isabel (Márcia de Oliveira). Após o parto, misteriosamente, Maria Célia (Thaís Pacholek) e o bebê morrem.

Somente Isabel (Márcia de Oliveira) e Fabrício Vilela (Elan Lima), empregado de confiança de Rubens Baronese (Nando Rodrigues), sabem a verdade dos fatos. Ameaçada por Eunice (Samantha Dalsoglio), Isabel (Márcia de Oliveira) se afasta da família e Fabrício Vilela (Elan Lima), que testemunhou a morte de Maria Célia (Thaís Pacholek), foge com o recém-nascido, que todos acreditam ter morrido ao lado da mãe.

Segunda Fase
Passados vinte e oito anos, Rubens Baronese (Zécarlos Machado) é um homem amargurado e ambicioso. Depois do incidente com Maria Célia (Thaís Pacholek), o empresário casou-se com Eunice (Elaine Cristina), e tiveram um filho, Gustavo Baronese (Daniel Alvim).

Tia Cora (Maria Estela) não vive mais sob o mesmo teto que Eunice (Elaine Cristina), mas alimenta certa desconfiança a respeito da mulher do sobrinho.

Fabrício (Roberto Lopes) casou-se com uma moça da região, Rita (Tânia Bondezan), que é apaixonada por ele. Por amor a Fabrício (Roberto Lopes), Rita (Tânia Bondezan) aceitou registrar o garoto como filho dos dois.

Aquele que seria Rubens Baronese Filho passa a chamar Daniel Vilela (Jiddu Pinheiro). O casal teve também uma filha, Eliana Vilela (Dayenne Mesquita). Daniel (Jiddu Pinheiro) alimenta uma paixão pela irmã, fato que não revela a ninguém e tenta lutar contra.

Eliana Vilela (Dayenne Mesquita) está de casamento marcado com Mário (Fábio Villa Verde), um mecânico. No dia da cerimônia, Eliana (Dayenne Mesquita) recebe de presente dos amigos, Patrícia (Veridiana Toledo), Priscila (Janaína Lince) e Ney (Maurício de Barros) um lindo véu de noiva. Tragicamente, Eliana (Dayenne Mesquita) e Mário (Fábio Villa Verde) sofrem um acidente de carro, no qual Gustavo Baronese (Daniel Alvim) está envolvido.

O acidente mudará o destino de Eliana (Dayenne Mesquita). Gustavo (Daniel Alvim) toma conhecimento da morte de Mário (Fábio Villa Verde) e sente-se culpado pelo fim do casamento de Eliana (Dayenne Mesquita). A moça recusa a ajuda de Gustavo Baronese (Daniel Alvim) para custear as suas despesas médicas. Resolve então colocar à venda seu véu de noiva pela internet.

No mesmo ínterim, Fabrício Vilela (Roberto Lopes) reencontra Eunice (Elaine Cristina) por acaso. Ela fica intrigada ao ver Daniel (Jiddu Pinheiro). Desconfiada, Eunice (Elaine Cristina) pede para seu mordomo, Clóvis (Ariel Moshe), investigar a vida do filho de Fabrício Vilela (Roberto Lopes).

Ao ter certeza de que o rapaz é o filho de Maria Célia (Thaís Pacholek), Eunice (Elaine Cristina) passa a chantagear Fabrício Vilela (Roberto Lopes). Ela não sabe que seu próprio filho, Gustavo Baronese (Daniel Alvim), está apaixonado pela filha de Fabrício (Roberto Lopes) e que Rubens Baronese (Zécarlos Machado) conheceu Daniel (Jiddu Pinheiro). O jovem artista foi contratado para pintar uma tela na empresa (CIP). O traço parecido com o de Maria Célia (Thaís Pacholek) impressiona Rubens (Zécarlos Machado), que faz questão de conhecê-lo. A afinidade entre os dois é imediata.

As sombras do passado voltam à tona, e Eunice (Elaine Cristina) terá que agir para livrar-se de tudo que a incomoda.

Participações especiais
Os apresentadores do SBT vão fazer participações especiais no decorrer do folhetim. Moacyr Franco (A Praça é Nossa) é o primeiro artista a integrar o elenco. Nos primeiros capítulos, o ator e humorista viverá o ranzinza Walter, dono de um restaurante à beira mar. Com uma atuação marcante, o personagem de Moacyr expulsa a filha Irani de casa, ao saber que ela está grávida. A esposa de Moacyr, Daniela Franco, faz sua estreia como atriz e interpreta Cida, secretária do Complexo Industrial de Pescados. Já Alexandre Bacci (ex-apresentador do Olha Você), ator e jornalista, também participará da trama. Com personagem fixo, Bacci vive Tobias, ambientalista que investiga um vazamento de óleo no mar.

Exibição em Full HD
“Vende-se Um Véu de Noiva” será totalmente captada e exibida em Full HD. “A engenharia do SBT nos oferece uma tecnologia de ponta, em alta definição. E edição de som e mixagem em Pro Tools Dolby 5.1″, explica Del Rangel.

Trilha Sonora
Arnaldo Saccomani (jurado do programa Astros) é o responsável pela produção musical da novela e vai contar com uma trilha sonora eclética, passeando por vários gêneros, do rock ao pop, passando pela MPB e reggae, dada a diversidade dos personagens. O tema de abertura será cantado por Flávio Venturini, “Um Novo Amor”, é composição de Wander Peixoto, candidato que participou do Programa “Astros”.

Audiência de terça (09/06)


Senhora do destino - 20

Malhação - 21

Paraíso - 26

Caras & bocas - 31

Caminho das Índias - 42

Toma lá da cá - 21

Promessas de amor - 7

Poder paralelo - 10

Revelação - 6

Dona Beija - 5

SESSÃO CENA INESQUECÍVEL: Chocolate com pimenta

terça-feira, 9 de junho de 2009

Confira o elenco completo de Viver a Vida


Estreia em setembro, substituindo Caminho das Índias, Viver a Vida. A história será contada por Manoel Carlos, que emplacará a vigésima novela de sua carreira iniciada em 1952 na extinta TV Paulista. A direção ficará por conta de Teresa Lampreia; o núcleo por Jayme Monjardim e a colaboração no texto por Fausto Galvão.

Viver a Vida promete algumas novidades, como a primeira protagonista negra da faixa das 21h, mas também não fugirá do que se espera das novelas de Manoel Carlos. O nome Helena será mantido e dessa vez será usado por Taís Araújo (foto). A ambientação no agradável bairro do Leblon no Rio de Janeiro, marca do autor, também permanecerá.

Veja o elenco:

Taís Araújo - Helena
José Mayer - Marcos
Giovanna Antonelli - Dora
Thiago Lacerda - Bruno
Alinne Moraes - Luciana
Christine Fernandes - Ariane
Letícia Spiller - Betina
Rodrigo Hilbert - Felipe
Camila Morgado - Malu Trindade
Max Fercondini - Ricardo
Leonardo Miggiorin - Flávio
Cecília Dassi - Clarisse
Luísa Valdetaro - Glória
Danielle Suzuki - Ellen
Débora Nascimento - Roberta
Klara Castanho - Rafaela
Marcelo Airoldi - Gustavo
Beto Nasci - Afonso
Ângela Barros - Celeste
Maria Luísa Mendonça - Alice
Rafaela Fischer - Raquel
Mateus Solano - Miguel/Jorge
Paloma Bernardi - Mia
Adriana Birolli - Isabel
Aparecida Petrowky - Sandrinha
Lília Cabral - Tereza

A trama de Maneco trará novamente a rivalidade entre as atrizes Taís Araújo e Giovanna Antonelli. Ambas foram rivais em Da Cor do Pecado, de João Emanuel Carneiro. O visual de Antonelli será parecido com o de Silvia (Aline Moraes) em Duas Caras. Ela terá cabelos escuros liso e uma franjinha.

Viver a Vida também marcará a volta de Lolita Rodrigues para as novelas. Sem contrato desde o fim de Pé na Jaca, em 2006, graças a um apelo conseguiu sensibilizar Manoel Carlos.

Além desses, haverá o ingresso de duas atrizes que até pouco tempo faziam parte do time da Record e do SBT. Bárbara Paz, vencedora da primeira edição da Casa dos Artistas (2001), emplacará sua primeira novela na Globo na pele da anoréxica e alcoólica Renata. Natasha Haydt, cuja carreira nas novelas foi iniciada na Record em Caminhos do Coração, também estará no time do folhetim de Manoel Carlos.

SBT compra mais novelas antigas


O SBT comprou de Vicente Sesso os direitos de “Uma rosa com amor” e “Minha doce namorada”. A negociação durou um ano e meio e as histórias deverão ser produzidas depois de “Procura-se um véu de noiva”.

Em tempo: a direção da emissora quer gravar em outras cidades brasileiras e não São Paulo.

Uma Rosa Com Amor

Uma Rosa Com Amor foi uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 19 horas pela Rede Globo entre 18 de outubro de 1972 e 3 de julho de 1973. Foi escrita por Vicente Sesso e estrelada por Marília Pêra e Paulo Goulart. Foi produzida em preto-e-branco. Esta novela foi um grande sucesso do horário das sete, contou com 221 capítulos, com destaque para a atuação de Marília Pêra como a solteirona Serafina e de Grande Otelo como Pimpinoni.

Minha doce Namorada

Minha Doce Namorada foi uma telenovela brasileira produzida e exibida no horário das 19 horas pela Rede Globo, entre 1971 e 1972. Foi escrita por Vicente Sesso e dirigida por Régis Cardoso e Fernando Torres, e contou com 242 capítulos. Foi produzida em preto-e-branco.

Audiência de segunda (08/06)


Senhora do Destino - 19

Malhação - 21

Paraíso - 24

Caras & Bocas - 31

Caminho das Índias - 43

Promessas de Amor - 8

Poder Paralelo - 9

A Lei e o Crime - 9

Dona Beija - 4